Conheça cheiros que representam perigo para as vidas de cães e gatos - Pet é pop

Conheça cheiros que representam perigo para as vidas de cães e gatos

Conheça cheiros que representam perigo para as vidas de cães e gatos
Conheça cheiros que representam perigo para as vidas de cães e gatos
Conheça cheiros que representam perigo para as vidas de cães e gatos (Foto: Obi Onyeador/Unsplash)

Você gosta de óleos essenciais? Apesar de muito benéficos para os humanos, alguns podem ser prejudiciais para cães e gatos. Confira quais!

Veja também:

+ Vídeo: Cadela cega reconhece dono pelo cheiro e encanta a internet
+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las
+ Entenda por que seu cão gosta de rolar na sujeira e saiba como detê-lo

Embora seguros para os humanos sentirem e até mesmo absorverem através da pele, muitos desses óleos podem ser venenosos e tóxicos para os animais porque o corpo do animal não processa o óleo da mesma forma que o corpo humano.

Os óleos que são prejudiciais aos gatos são: gaultéria, bétula doce, óleos e velas de citronela, citrinos (d-limoneno), pinho, ylang-ylang, hortelã-pimenta, canela, poejo, dente de alho, eucalipto, tea tree (melaleuca), tomilho, orégano e lavanda.

Já para os cães, os óleos mais prejudiciais são: canela, citrinos (d-limoneno), poejo, hortelã-pimenta, pinho, bétula doce, tea tree (melaleuca), gaultéria, ylang-ylang, anis, dente de alho, tomilho, zimbro, cebola e alho.

Como sabemos, o olfato do cão é cerca de 10.000 vezes melhor do que o de um humano, de modo que o cheiro de hortelã ou canela que achamos agradável é extremamente forte para seu cão a ponto de deixá-lo doente.

Antes de comprar um óleo essencial, sempre verifique os ingredientes. Até mesmo acender uma vela de citronela em sua varanda ao ar livre ainda pode fazer um animal doente. Lembre-se de que a maioria das tomadas elétricas e velas em mesas de centro estão no mesmo nível de muitos animais de estimação, portanto, eles estão obtendo os odores mais fortes primeiro.

Animais de estimação podem ser superexpostos a um odor tóxico simplesmente permanecendo em um quarto com a origem do cheiro o dia todo enquanto você está no trabalho. Um cão ou gato com 200 milhões de sentidos de odor em seu nariz (humanos têm 5 milhões) pode sentir dificuldade para respirar, babar, fadiga, fraqueza, dificuldade para andar ou tropeçar, tremores musculares, vermelhidão ou queimaduras em seus lábios, língua, pele ou gengivas e vômitos.

Se você testemunhar seu animal de estimação tendo os sintomas mencionados acima, mas não tiver ideia de por que está agindo daquela maneira, inspire imediatamente. O culpado pode ser aquele difusor com cheiro de pinho que você acabou de ligar na tomada ao lado da cama dos cães.

  • Back to top