Conheça as 9 raças de cães mais raras do mundo - Pet é pop

Conheça as 9 raças de cães mais raras do mundo

Conheça as 9 raças de cães mais raras do mundo
Conheça as 9 raças de cães mais raras do mundo
Conheça as 9 raças de cães mais raras do mundo (Foto: Tommy Takacs/Pixabay)

Existem centenas de raças de cães em todo o mundo. Mas, algumas são muitos raras e difíceis de encontrar. Confira as nove raças mais incomuns do planeta:

Veja também:

+ Vídeo: dono flagra gato fazendo amizade com rato que deveria caçar
+ Jogadores de futebol da Romênia apresentam cães para adoção em todos os jogos
+ Vídeo: juntos, cão e gato batem recorde mundial de velocidade sobre patinete

1. Cão Pelado Peruano

Esta raça de cão única esteve há algumas décadas à beira da extinção, mas atualmente habita alguns dos lugares mais importantes e históricos do Peru e foi declarada parte do patrimônio nacional daquele país desde 2000.

A principal razão para isso é que este cão sem pelo faz parte da cultura peruana, sendo uma das raças mais antigas do mundo, já que frequentemente aparecem em pinturas antigas, cerâmicas e como parte da iconografia das culturas incas, moche, wari e chimú. Sua principal característica física é o pelo ralo e a pele macia.

2. Basenji

O Basenji é um dos cães mais antigos do mundo e aparecem em muitas das pinturas egípcias, uma vez que eram os cães de companhia dos faraós. Mas, sem dúvida, o mais característico e estranho desta raça é que eles não latem como os outros cães, mas simplesmente uivam quando ficam nervosos.

Uma raça desperta, independente e muito carinhosa com os seus entes queridos mas especialmente distante com estranhos e até agressiva com outros cães, este é um dos motivos pelos quais é fundamental que se habituem a conviver com outros da mesma espécie desde filhotes.

3. Cão Leopardo da Catahoula

Embora não seja um dos cães mais conhecidos, o Cão Leopardo da Catahoula é especialmente reconhecido por ser um dos melhores cães rastreadores e um grande caçador graças às suas excelentes condições físicas.

Originário da Louisiana, nos Estados Unidos, suas origens podem estar na combinação de mastins e outros cães europeus. O mais característico desta raça é a sua pelagem e a sua peculiar combinação de cores. Uma pelagem curta, densa e brilhante que combina as cores vermelha, azul e preta mosqueada com outros tons, tornando-se semelhante ao aspecto do leopardo.

4. Chow Chow Panda

O Chow Chow Panda é um tipo de Chow Chow que se tornou moda na China. A polêmica desses cães está relacionada ao fato de seus donos decidirem tingi-los de preto e branco para que tenham uma aparência semelhante à dos pandas. Uma tendência que pode ser prejudicial a esses animais, pois além do estresse, também pode gerar reações alérgicas.

5. Cão de Crista Chinês

O cão de crista chinês destaca-se por ser outro dos cães mais raros que existem, por conta de seu aspecto particular. E, embora existam duas variedades de crista chinês com pelo macio e outra sem pelo, estas últimas são precisamente as mais marcantes.

Um cachorro que alguns passaram a qualificar como o mais feio do mundo, mas a verdade é que seu caráter amistoso consegue deixar de lado aquela aparência particular. A personalidade deles é definida por serem cães alegre, que gostam da companhia de pessoas, brincalhões e muito simpáticos.

6. Bedlington terrier

A sua pelagem característica, especialmente quando são brancas, torna-os especialmente semelhantes aos das ovelhas. O Bedlington terrier é um cão que normalmente não late muito e cujo caráter pode se tornar bastante firme, corajoso, independente, brincalhão e especialmente fiel ao seu dono.

7. Mastim tibetano

Esta também é uma das raças orientais mais antigas do mundo e especialmente conhecida por ser uma raça de trabalho dos antigos pastores nômades do Himalaia, bem como um cão empregado para proteger os mosteiros tibetanos.

Esta raça é considerada o ancestral de todas as raças de mastins e cães de montanha. Um cão que se destaca por ser forte e poderoso, grande, robusto, imponente, mas acima de tudo por sua pelagem semelhante à de um leão.

8. Puli

Os pulis são fáceis de reconhecer, principalmente pelo curioso pelo tão característico e cheio de longos cachos que chegam ao solo. Esses tipos de cães são geralmente pretos, pretos ferrugem, brancos ou em vários tons, como damasco e cinza. Sob essa pele, eles escondem um corpo robusto e musculoso.

Mas se algo se destaca sobre eles, é sua personalidade, e é que os pulis geralmente criam um vínculo muito especial com um membro da família, eles também são amigáveis, às vezes bastante teimosos e especialmente gentis com as crianças.

9. Komondor

Esta raça nativa da Hungria, descende das raças orientais graças aos magiares nômades que viviam da criação de gado e que se mudaram para o oeste com suas raças owtcharka. Um cão marcante que mede entre 60 e 80 cm e cuja aparência é bastante peculiar, principalmente por sua marcante pelagem longa e emaranhada cheia de tufos, mas, esses cachos não se formam até a idade de dois anos.

  • Back to top