Confira as 10 raças de cães que têm mais propensão a apresentar problemas nos olhos - Pet é pop

Confira as 10 raças de cães que têm mais propensão a apresentar problemas nos olhos

Confira as 10 raças de cães que têm mais propensão a apresentar problemas nos olhos
Confira as 10 raças de cães que têm mais propensão a apresentar problemas nos olhos
Confira as 10 raças de cães que têm mais propensão a apresentar problemas nos olhos (Foto: Lena Balk/Unsplash)

Se você está procurando um companheiro canino para chamar de seu, uma coisa a levar em consideração é que algumas raças são muito mais propensas a serem afetadas por uma série de distúrbios caninos relacionados aos olhos do que outras.

Veja também:

+ Vídeos: conheça as raças de cães mais populares no TikTok
+ Vídeo: cão e gato disputam quem consegue atravessar o labirinto sem derrubar peças
+ O que o seu cão pensa? A ciência nunca esteve tão perto da resposta

Aqui estão as 10 raças de cachorros geneticamente predispostas a ter problemas nos olhos:

1. Labrador retriever

Os Labradores Retrievers são geneticamente mais propensos do que outros cães a desenvolver atrofia progressiva da retina (PRA), uma condição degenerativa que causa cegueira completa em cerca de dois anos após o diagnóstico.

2. Springer Spaniel

Os Springer Spaniels comumente desenvolvem glaucoma e catarata, particularmente mais tarde na vida. Uma visita ao veterinário é necessária se os olhos do seu animal de estimação estiverem turvos, vermelhos ou com coceira.

3. Golden retriever

Assim como seus primos Labradores, os Golden Retrievers também estão predispostos a sofrer de atrofia progressiva da retina (PRA) ao longo da vida.

4. Husky Siberiano

Os Huskies Siberianos estão predispostos a três condições genéticas oculares: catarata, distrofia da córnea e atrofia progressiva da retina (PRA). Devido a isso, os Huskies devem fazer um exame oftalmológico todos os anos durante a visita anual ao veterinário.

5. Poodle

Todos os três tamanhos de Poodle são geneticamente predispostos ao glaucoma. Esse acúmulo de líquido no olho pode ser doloroso e levar à cegueira, mas pode ser controlado por tratamento se for detectado precocemente por um veterinário.

6. Boston Terrier

Os adoráveis ​​Boston Terriers são propensos a desenvolver uma condição conhecida como “olho de cereja”, onde a glândula lacrimal sobressai e fica vermelha e dolorida. Essa condição pode ser curada com cirurgia.

7. Buldogues

Assim como os Boston Terriers, os Buldogues também correm um risco real de desenvolver “olho de cereja”. Na verdade, todos os cães de nariz curto (branquicefálicos) são propensos à condição dolorosa.

8. Collies

Todos os Collies correm o risco de desenvolver a chamada “Anomalia do Olho Collie”. É uma condição incurável que afeta várias partes diferentes do olho, mas pode ser tão leve que não é perceptível. No entanto, formas mais extremas podem causar cegueira.

9. Pastor Alemão

Os Pastores Alemães são a raça de cães com maior probabilidade de desenvolver “ceratite superficial crônica” (também chamada de “ceratite do pastor alemão”), que faz com que o corpo do cão rejeite a córnea. Com tratamento adequado, é possível retardar sua progressão.

10. Dogue Alemão

Se o seu Dogue Alemão parece estar tendo problemas com os olhos, pode ser uma condição hereditária chamada “entrópio”, que faz com que os cílios do cão se arrastem pela superfície do olho, causando dor e irritação.



  • Back to top