Com essas dicas, seu gato terá uma vida mais longa e feliz - Pet é pop

Com essas dicas, seu gato terá uma vida mais longa e feliz

Com essas dicas, seu gato terá uma vida mais longa e feliz
Com essas dicas, seu gato terá uma vida mais longa e feliz
Com essas dicas, seu gato terá uma vida mais longa e feliz (Foto: Madalyn Cox/Unsplash)

Uma grande preocupação dos donos de gatos (ou de qualquer animal de estimação, na verdade) deve ser garantir que ele tenha uma vida longa, feliz e saudável. Infelizmente, os animais de estimação não vivem tanto quanto os humanos, então procure fazer destes anos, os melhores possíveis para eles.

Veja também:

Para ter certeza que o seu gato está bem cuidado e saudável, confira algumas dicas que com certeza irão estender sua vida e torná-la mais prazerosa:

1. Sempre agende um check-up anual 

Mesmo que o seu gato aparente estar saudável, os felinos são especialistas em esconder sinais de doenças. Por isso, um check-up anual é indispensável para garantir que o seu gato está com a melhor saúde possível.  Essas visitas anuais permitem que seu veterinário perceba qualquer mudança na condição do seu gato e ajuda você a detectar problemas potencialmente sérios no início.

2. Mantenha as vacinas do seu gato atualizadas

No check-up anual do seu gato, o veterinário analisará todas as doses de reforço necessárias e atualizações do calendário de vacinação do seu gato. Essas vacinas regulares ajudarão a prevenir que seu gato contraia doenças graves se for exposto a outros gatos.

3. Castre o seu gato
Entenda por que é fundamental castrar seu gato antes dos 4 meses de vida
(Foto: Free-Photos/Pixabay)

Uma das melhores maneiras de manter a saúde do seu gato é castrá-lo. Além de evitar doenças e condições relacionadas aos órgãos reprodutivos de um gato, também ajudam a evitar ninhadas indesejadas e reduzir a superpopulação animal.

Novos estudos sugerem que a castração dos gatos deve ser feita antes da puberdade, ou seja, antes dos quatro meses de idade. Confira mais informações sobre a importância da castração precoce.

4. Preste atenção à saúde bucal do seu gato

Embora não seja fácil escovar os dentes de um gato (a menos que você treine seu gato para aceitar o processo desde o momento em que é um filhote), a limpeza regular dos dentes e os exames são um componente importante da saúde geral do seu animal de estimação. Seu veterinário verificará os dentes do seu gato no check-up anual.

5. Monitore o peso do seu gato

A vida de um gato dentro de casa pode levar a tardes preguiçosas tirando uma soneca ao sol e menos tempo sendo ativo. Ajude seu gato a manter um peso saudável tornando as brincadeiras uma parte regular do dia. Brinquedos interativos e até mesmo um companheiro felino podem ajudar a colocar seu gato em movimento. Participe de brincadeiras com ele, isso fortalece o vínculo com seu gato enquanto ele faz os exercícios necessários.

6. Escolha um alimento de qualidade
Logo após a castração, dieta dos pets tem de ser adaptada
(Foto: meineresterampe/Pixabay)

Um alimento de alta qualidade especialmente formulado para atender às necessidades nutricionais específicas da idade e do estilo de vida do seu gato também pode ajudá-lo a manter um peso saudável. Pergunte ao seu veterinário quais tipos de alimentos podem funcionar melhor para o seu gato e siga as orientações de alimentação fornecidas pelo fabricante. As guloseimas também podem fazer parte da vida do seu gato, mas lembre-se de que as calorias das guloseimas podem aumentar rapidamente.

7. Preste atenção às necessidades do seu gato

Como os gatos são adeptos a esconder sinais de doenças, um lugar onde os primeiros sinais costumam aparecer é na caixa de areia. Se a rotina de xixi ou cocô do seu gato mudar (com mais ou menos frequência ou de forma inadequada) ou se você notar uma mudança nas condições do conteúdo, leve seu animal ao veterinário o mais rápido possível.

8. Mantenha uma rotina regular de higiene

Você pode criar um vínculo forte e amoroso com seu gato escovando-o ou penteando-o regularmente. Essa rotina também o ajudará a identificar quaisquer problemas com seu pelo, pele e garras. Preste atenção a qualquer mudança na pelagem ou pele do seu gato, como manchas de pele secas ou escamosas, pele vermelha ou irritada, pelo faltando, pele opaca ou áreas avermelhadas ao redor das garras. Se você ver algum desses sinais, agende uma visita ao veterinário.

  • Back to top