Cientistas alertam: seu cão pode estar ansioso pelas mesmas razões que você - Pet é pop

Cientistas alertam: seu cão pode estar ansioso pelas mesmas razões que você

Cientistas alertam: seu cão pode estar ansioso pelas mesmas razões que você
Cientistas alertam: seu cão pode estar ansioso pelas mesmas razões que você
Cientistas alertam: seu cão pode estar ansioso pelas mesmas razões que você (Foto: JC Gellidon/Unsplash)

De acordo com um novo estudo, as personalidades caninas não são tão diferentes das nossas e os cães podem estar ficando ansiosos pelos mesmos motivos que nós.

Veja também:

+ Seu cão fica ansioso com o tráfego na rua? Saiba como acalmá-lo
+ Tudo o que você precisa saber para cuidar dos dentes do seu gato
+ Vídeo hilário: esfomeado, cachorro lambe fotos de comida em revista

Para o estudo, realizado pelos pesquisadores da Universidade de Helsinque, na Finlândia, e publicado na revista Nature no final de fevereiro, os donos de cães responderam a 63 perguntas sobre a saúde e história do animal, medos, sensibilidade a ruídos, ansiedade de separação, impulsividade e desatenção e agressão a humanos ou outros cães.

Os donos usaram uma escala móvel para classificar afirmações como: “meu cachorro late quando conhece um estranho”, “meu cachorro se esconde quando ouve fogos de artifício” ou “meu cachorro parece pedir  ‘desculpas’ depois de ter feito algo errado”.

Os cientistas enviaram a pesquisa para as casas de 11.360 cães finlandeses de 52 raças. Eles agruparam as respostas para cada cão nos sete traços de personalidade canina: insegurança, energia, foco no treinamento, agressividade/dominância, sociabilidade humana, sociabilidade canina e perseverança.

Em seguida, eles usaram um conjunto de equações para avaliar se os cães que tendiam a ter os mesmos traços de personalidade também compartilhavam comportamentos indesejados comuns.

A equipe descobriu que em cães, assim como em humanos, a personalidade se correlaciona intimamente com os comportamentos. Em particular, os filhotes com uma personalidade “insegura” eram mais propensos a exibir todos os comportamentos indesejados ​​(como aversão a estranhos ou medo de fogos de artifício), relataram os pesquisadores.

Eles associaram os principais traços de personalidade dos cães com os de humanos, que são: extroversão, neuroticismo, abertura, amabilidade e consciência. “Isso é bastante semelhante ao neuroticismo e ansiedade em humanos”, explicou Milla Salonen, pesquisadora canina da Universidade de Helsinque.

Outros traços de personalidade também foram implicados. Cães com baixo foco de treinamento eram mais propensos a ter comportamentos impulsivos, como inquietação ou abandono de tarefas rapidamente, assemelhando-se a sintomas de distúrbios de déficit de atenção em humanos.

Os pesquisadores dizem que seus resultados podem ser usados ​​para estudar a base genética de distúrbios psiquiátricos. Os cães são adequados para pesquisas genéticas, pois são quase geneticamente idênticos dentro de grupos de raças, de acordo com Salonen.



  • Back to top