Ciência decifra como os cães leem nossas mentes e sabem quando estamos mentindo - Pet é pop

Ciência decifra como os cães leem nossas mentes e sabem quando estamos mentindo

Ciência decifra como os cães leem nossas mentes e sabem quando estamos mentindo
Ciência decifra como os cães leem nossas mentes e sabem quando estamos mentindo
Ciência decifra como os cães leem nossas mentes e sabem quando estamos mentindo (Foto: Manuel Meza/Unsplash)

De acordo com especialistas, existe uma explicação científica para a afinidade dos cães pela interação humana, diferente de seus antepassados, os lobos.

Veja também:

+ Conheça a história de Dormie, cão que foi julgado pelo assassinato de um gato
+ Seu cão acaba de ganhar um calçado para acompanhar você nas trilhas
+ Estudo mostra como são absurdos alguns mitos sobre cães e gatos

A ciência explica que os Canis lupus familiaris (cães domésticos) e os lobos compartilham 99,9% de seu DNA mitocondrial. No entanto, esse pequeno pedaço de diferença genética, no cromossomo seis, têm três genes que codificam para a hiper-sociabilidade. Algo que se assemelha mais aos humanos do que aos lobos.

A afinidade dos cães pela interação humana é, portanto, codificada em seu DNA e produtos químicos no cérebro ajudam a reforçar a ligação humano-canino. Quando você olha nos olhos de seu cão e ele olha de volta, ambos os cérebros se inundam com o hormônio oxitocina, que produz uma emoção positiva, conhecida como amor.

Em um experimento de ressonância magnética realizado na Emory University nos Estados Unidos, quando cães cheiraram um pano embebido no cheiro de seu dono, a atividade aumentou em seu núcleo caudado (conhecido como um centro de recompensa no cérebro envolvido no apego emocional), mas não aumentou quando um cheiro de um estranho foi usado em seu lugar.

Porém, os cientistas explicam que as emoções caninas vão bem além de amor e devoção. Por exemplo, ciúme era uma emoção que se pensava encontrar-se apenas em primatas, mas estudos científicos recentes forneceram evidências de que os cães também sentem isso. Além de luto, empatia e até quando ele boceja de volta quando você boceja, que pode significar uma demonstração de empatia com os sentimentos iniciais de tédio, fadiga ou estresse.

Além disso, eles são especialistas em ler a linguagem corporal e as expressões faciais de seus humanos, até mesmo em fotos: quando os cães observam estalos de rostos humanos, eles têm reações negativas às bocas e olhos de aparência zangada, mas não aos felizes. De acordo com uma equipe da Universidade de Kyoto, eles sabem dizer até quando você está mentindo para eles. Impressionante, não é?

  • Back to top