Casal encontra gato de rua na Grécia e viaja mais de 5.000 km para dar uma nova casa ao bichano - Pet é pop

Casal encontra gato de rua na Grécia e viaja mais de 5.000 km para dar uma nova casa ao bichano

Casal encontra gato de rua na Grécia e viaja mais de 5.000 km para dar uma nova casa ao bichano
Casal encontra gato de rua na Grécia e viaja mais de 5.000 km para dar uma nova casa ao bichano
Casal encontra gato de rua na Grécia e viaja mais de 5.000 km para dar uma nova casa ao bichano (Foto: Pixabay)

Um casal viajou mais de 5 mil quilômetros para dar uma nova casa para um gatinho de rua que resgataram na ilha grega de Batsi.

Veja também:

+ 7 dicas para uma viagem de carro perfeita com o seu cão
+ Entenda por que o povo era tão louco por gatos no Egito Antigo
+ Vídeo mostra por que Edimburgo é uma das melhores cidades do mundo para cães

Julie LeMilliere e seu marido, Neil, encontraram um felino durante uma viagem em Batsi, na Grécia, e decidiram dar a ele um lar para sempre. Depois de resgatar o gato, Neil pegou trens, balsas, táxis e um avião para levá-lo de volta até Londres.

Julie, que jurou não ter outro gato depois que seu último felino, Tis, teve que ser sacrificado aos 17 anos em abril deste ano, se apegou ao gato, chamado Roo, durante suas férias.

“Ele era um vira-lata, mas costumava ser cuidado pela senhora que administrava o hotel em que ficamos em Batsi”, contou Neil ao site Mirror.co.uk. O casal, de Haringey, norte de Londres, voltou para a Inglaterra da ilha grega Andros em 24 de setembro.

Eles gastaram centenas de libras com um veterinário local para vacinar, castrar e proteger Roo contra a raiva. Mas dias antes de terem que partir, eles foram informados de que as novas regras do Brexit significavam que o Roo não poderia viajar como bagagem de mão.

Antes do Brexit, teria custado £ 51 (cerca de R$ 380) para levá-lo de volta, mas agora ele tinha que ir para o bagageiro a um custo de mais de £ 1.000 (R$ 7.500). Então, o casal deixou Roo com o dono do hotel e traçou um plano.

Em 7 de outubro, Neil dirigiu até Folkestone, pegou o Eurotúnel para Lille, na França, onde pegou um trem para Paris. Ele então pegou um avião para o aeroporto de Atenas, um ônibus para o porto de balsas de Rafina, pegou um barco de 90 minutos para Andros e um táxi para o resort de Batsi.

Menos de 12 horas depois, Neil e Roo começaram a viagem de volta, chegando em casa às 12h25 do dia 10 de outubro. O resgate custou ao casal mais de £ 600, mas Neil disse: “Absolutamente valeu a pena.”

E Julie acrescentou: “É maravilhoso e agora ele está sentado em uma almofada macia em nossa cozinha, seguro, aquecido, bem alimentado e notavelmente sem traumas!”, celebrou ela.



  • Back to top