Cães terapeutas levam conforto para vítimas de massacre nos EUA - Pet é pop

Cães terapeutas levam conforto para vítimas de massacre nos EUA



O hospital Centro de Saúde Metodista de San Antonio (Texas, EUA) enviou dois de seus melhores cães terapeutas para confortar as vítimas de mais um tiroteio brutal em terras americanas. Pets detestam armas, mas, quando os humanos fazem besteira, eles correm pra ajudar.

No sábado passado, dia 3, 20 pessoas foram mortas e 26 ficaram feridas por conta de um tiroteio em massa dentro de um Walmart na cidade de El Paso. Dois dos feridos acabaram morrendo, o que leva o número de vítimas fatais para 22.

Os cães Rudy e Chanel chegaram a El Paso no domingo pela manhã, de acordo com o hospital, para fornecer “amor incondicional e apoio” àqueles que estão lidando com as consequências da tragédia.

Fotos Methodist Healthcare System

A chegada dos cães foi garantida graças à ajuda da empresa aérea Southwest Airlines. Entendendo a importância e a necessidade das vítimas, a empresa levou Rudy e Chanel com segurança e rapidez.

Foi o primeiro voo da vida deles, que viajaram na companhia dos donos. Repetindo as mesmas dobradinhas que levam conforto aos pacientes do Centro de Saúde Metodista.

Segundo o hospital, os cães são treinados em gerenciamento de crises. Nos próximos dias, Rudy e Chanel visitarão estações de primeiros socorros e hospitais em El Paso.

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top