Cães também deveriam usar cinto de segurança no carro; entenda por quê - Pet é pop

Cães também deveriam usar cinto de segurança no carro; entenda por quê

Cães também deveriam usar cinto de segurança no carro; entenda por quê
Cães também deveriam usar cinto de segurança no carro; entenda por quê
Cães também deveriam usar cinto de segurança no carro; entenda por quê (Foto: Marieke Koenders/Unsplash)

De acordo com um estudo de 2019, mais de dois terços dos donos que viajam com seus cães não acham que seus pets estariam seguros no caso de um acidente. Mesmo assim, os deixam perambular sem o uso de um cinto de segurança.

Veja também:

+ Tudo o que você precisa saber antes de levar um cão para casa
+ Vídeo: dono ensina seu gato a abrir portas e viraliza no TikTok
+ Entenda a importância e saiba como socializar o seu cão

A pesquisa, chamada Volvo Reports: Keeping Pets Safe on the Road, foi conduzida pela Volvo e a Harris Poll. Mas, basta uma pesquisa no Google para descobrir que uma viagem com os cães pode ser extremamente perigosa se eles não estiverem devidamente presos.

Segundo a veterinária Georgina Ushi Phillips, parece ser uma norma cultural que os donos deixem seus cães soltos no carro. “Parece que temos um ponto cego para cintos de segurança caninos e segurança de carros”, disse a especialista ao site HowStuffWorks.

“Mas, no caso de um acidente, a inércia fará cães, pessoas e qualquer outra coisa no carro voar para a frente. Um cachorro de 27,2 quilos se torna um projétil de 1.224,7 quilos a 56 quilômetros por hora”, acrescentou ela.

O estudo da Volvo também descobriu que dirigir com um cão solto não é apenas perigoso para o cão, é perigoso para todos os outros também. Comportamentos perigosos de condução mais do que duplicaram quando os cães não foram contidos em comparação com quando foram contidos.

Mas os donos de animais de estimação querem maneiras mais seguras de viajar com seus animais de estimação, então o cinto de segurança é a resposta?

“O objetivo de um cinto de segurança para cães é contenção e segurança. Muitos cães pulam em um carro e podem tentar pular no colo do motorista, o que pode levar a um acidente de carro”, explicou Justin Padgett, veterinário do Branchville Animal Hospital em Odenville, Alabama (EUA).

“Os cães também precisam ser amarrados a um ponto seguro em caso de acidente para evitar que sejam ejetados de um veículo”, acrescentou ele.

Qual cinto de segurança para cachorro é melhor?

Os especialistas concordam que os cintos de segurança para cães são a melhor maneira de manter seu filhote seguro no carro. Mas há tantos em vários designs no mercado, como você sabe o que é certo para o seu cão?

“A maioria dos cintos de segurança para cães prendem o animal ao assento e prendem a um cinto de segurança”, explicou o especialista. “Um arnês é preferível, em vez de apenas uma coleira, pois contém vários pontos de contato e não coloca muito estresse em uma parte do corpo, como o pescoço. do veículo.”

Georgina disse que um bom arnês também significa ter uma trela curta. “Uma das falhas mais comuns dos cintos de segurança para cães são as amarras que são muito longas”, disse ela. “Embora isso dê aos cães mais liberdade para explorar, pode anular completamente os benefícios do cinto de segurança, permitindo que a inércia faça os cães voarem”, explicou a veterinária.

Ela recomenda um arnês, especialmente os testados em colisões por fontes confiáveis. “Isso não significa que apenas os cintos de segurança testados sejam seguros”, ressaltou. “Muitas outras marcas usam seus próprios testes de terceiros para testes de colisão. Existem marcas suficientes que buscaram algum tipo de teste de colisão que as pessoas deveriam ficar com uma marca que tem alguns dados do mundo real como respaldo.”



  • Back to top