Cães sabem muito mais matemática do que imaginávamos, diz estudo - Pet é pop

  • Cães sabem muito mais matemática do que imaginávamos, diz estudo

    cão inteligente - Foto Pixabay
    -->



    cão inteligente - Foto Pixabay

    Quem convive com eles sabe: os cães são muito inteligentes. Ao longo da evolução da espécie, eles se tornaram mestres na manipulação da psique humana, hábeis em sacudir as caudas, de modo a obter petiscos e ampliar a devoção no coração do dono.

    Mas as espertezas não param por aí. De acordo com um novo estudo, eles também são capazes de desenvolver raciocínios matemáticos.

    Muitos donos já perceberam isso ao pegar dois petiscos, exibi-los e oferecer apenas um deles. Provavelmente, o animalzinho não irá sossegar enquanto não receber o segundo.

    Conduzido por pesquisadores da Emory University, em Atlanta (EUA), e publicado no site britânico Biology Letters, o estudo analisou o cérebro de 11 cães médios de várias raças – e idades.

    A equipe queria avaliar a capacidade dos cães para uma rápida estimativa numérica ou se eles podem coletar rapidamente grandes quantidades quando apresentados a itens em um grupo.

    cachorro computador - Foto Pixabay

    Outros animais, incluindo os humanos, usam o sistema aproximado de números (ANS) para intuir esses tipos de figuras, uma habilidade que nos equipa para procurar comida e adivinhar quantos predadores podem estar por perto.

    Para descobrir se os cachorrinhos possuem essa capacidade, os pesquisadores conectaram seus participantes a máquinas de ressonância magnética funcionais e depois mostraram telas com vários arranjos de pontos.

    Esses pontos eram distribuídos de várias formas e quantidades em quadrados e expostos por dez segundos. Os pesquisadores notaram que os bichinhos eram capazes de identificar e catalogar aqueles quadros com mais e menos pontos. A imagem abaixo mostra o que foi exibido para os pesquisados.

    Teste de inteligência matemática em cães - Foto Biology Letters

    Enquanto os cães examinavam as imagens, seus córtex parietotemporais eram ativados, como seria com o ser humano.

    Além disso, oito dos cães apresentaram atividade cerebral aumentada quando os pesquisadores manipularam as taxas de dispersão de pontos e espalharam os números mais longe.

    Aparentemente, essa é uma “característica principal” da ANS e apoia a ideia de que os cães podem decifrar um pouco de matemática como forma de sobrevivência.

    Outros estudos também sugeriram que os cães podem realizar feitos matemáticos básicos, como adição simples, subtração e contagem

  • Back to top