Cães distinguem palavras independentemente do tom de voz, demonstra estudo - Pet é pop

Cães distinguem palavras independentemente do tom de voz, demonstra estudo

cachorro de óculos - Foto Pixabay



cachorro de óculos - Foto Pixabay

Quando alguém berra com um cãozinho, são grandes as chances de o bichinho meter o rabo entre as pernas e ficar amuado num canto, independentemente das palavras que o humano malvado tenha dito.

Um estudo britânico mostra que, além de decifrar informações vindas pelo tom de voz, volume ou intensidade, os cães têm um ouvido para linguagem melhor do que a ciência havia imaginado até aqui.

No estudo, a pesquisadora Holly Root-Gutteridge, da Universidade de Sussex, no Reino Unido, e seus colegas tocaram gravações em áudio de pessoas dizendo seis palavras para 70 cães de várias raças.

Os animais nunca haviam ouvido aquelas vozes antes e as palavras diferiam apenas por suas vogais em inglês, como “had” (teve), “hid” (escondeu) e “who’d” (quem seria).

Cada gravação foi alterada para que as vozes estivessem no mesmo tom, garantindo que a única pista que os cães tivessem era a diferença entre vogais, e não como as pessoas diziam as palavras.

Depois de ouvir as gravações apenas uma vez, 48 dos cães reagiram quando o mesmo orador disse uma nova palavra ou a mesma palavra foi dita por outro orador. O restante não respondeu visivelmente ou se distraiu.

A equipe baseou sua avaliação das reações dos cães em quanto tempo prestaram atenção quando a voz ou a palavra mudou – se os cães mexeram os ouvidos ou mudaram o contato visual, por exemplo, isso mostra que eles perceberam a mudança.

Por outro lado, quando os cães ouviram a mesma palavra repetida várias vezes, sua atenção diminuiu.

Ex-exclusividade humana

Até agora, pensava-se que apenas os humanos podiam detectar vogais em palavras e perceber que esses sons permaneciam os mesmos em diferentes falantes. Mas os cães fizeram as duas coisas espontaneamente, sem nenhum treinamento prévio.

“Fiquei surpreso com o quão bem alguns dos cães responderam a vozes desconhecidas”, diz Root-Gutteridge. “Isso pode significar que eles compreendem mais do que nós acreditávamos.”

Essa habilidade pode ser o resultado da domesticação, diz a pesquisadora, já que cães que prestam mais atenção aos sons humanos têm maior probabilidade de serem escolhidos para reprodução.

Veja também

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las
+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’
+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância
+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo

  • Back to top