Cães aprendem muito com crianças, indica estudo - Pet é pop

Cães aprendem muito com crianças, indica estudo

Cães aprendem muito com crianças, indica estudo
Cães aprendem muito com crianças, indica estudo
Cães aprendem muito com crianças, indica estudo (Foto: Reprodução/Instagram)

Um novo estudo da Universidade do Estado do Oregon (Oregon State University) revelou que o cão da família está aprendendo muito com as crianças em casa.

Veja também:

O estudo acrescenta evidências crescentes de que os cães podem ajudar as crianças no desenvolvimento social, na atividade física, no controle da ansiedade e fornecer uma fonte de estabilidade durante uma mudança na estrutura familiar.

A pesquisa envolveu 30 crianças entre 8 e 17 anos e seu cachorro de família e mostrou que os cães sincronizam seu comportamento com os filhos até certo ponto. Das crianças participantes do estudo, 83% tinham deficiência de desenvolvimento.

Para o experimento, cada criança foi acompanhada por seu cachorro sem coleira em uma grande sala vazia. As crianças foram então instruídas a andar no chão com linhas coloridas com fita adesiva. Os pesquisadores filmaram os experimentos e analisaram o comportamento das crianças e cães em três critérios: sincronia de atividades, proximidade e orientação.

“A grande notícia é que este estudo sugere que os cães estão prestando muita atenção às crianças com quem vivem”, disse a especialista em comportamento animal do estado de Oregon, Monique Udell, principal autora do estudo em um comunicado à imprensa na terça-feira. “Eles respondem a eles e, em muitos casos, se comportam em sincronia com eles, indicadores de uma afiliação positiva e base para a construção de laços fortes.”

Os pesquisadores disseram que a sincronia com crianças e cães é maior do que seria esperado ao acaso, embora permaneça menor do que a sincronia com adultos e cães.

“Uma coisa interessante que observamos é que os cães estão correspondendo ao comportamento de seus filhos com menos frequência do que vimos entre cães e cuidadores adultos, o que sugere que, embora possam ver os pequenos como companheiros sociais, também existem algumas diferenças que precisamos entender melhor”, disse Monique no comunicado.

Por mais que os resultados obtidos foram positivos, os pesquisadores também mencionaram um aumento do fator de risco da interação entre cães e crianças, observando que os cães são mais propensos a morder crianças do que adultos. Os pesquisadores estão conduzindo pesquisas adicionais sobre o comportamento diferente de cães e crianças em comparação com cães e adultos.

Confira o estudo completo aqui.

  • Back to top