Cadela “diz” o que pensa por meio de dispositivo criado por cientista - Pet é pop

Cadela “diz” o que pensa por meio de dispositivo criado por cientista

Stella, a cadela que fala - Foto @hunger4words



Stella, a cadela que fala - Foto @hunger4wordsClaro que rabos velozes, saltitos e latidos passam muitas informações sobre o que os cães sentem. Mas é possível saber o que eles querem dizer exatamente?

Com o propósito de avançar em uma resposta para essa questão, a patologista de linguagem e escuta fonoaudiológica americana Christina Hunger, de 26 anos, criou uma experiência caseira.

Usando como cobaia Stella, uma cachorrinha de 18 meses, a doutora afirma que já consegue saber quando a cadela está cansada e prefere dormir ou quando quer ir ao parque, por exemplo.

Stella, a cadela que fala - Foto @hunger4words

Segundo Christina, isso é possível graças a um dispositivo que ela criou para que Stella comunicasse palavras, pensamentos e sentimentos.

Quando quer “dizer” algo, tudo o que a cadela tem a fazer é pisar em um dos botões do aparelho que corresponde a determinadas palavras.

Diálogo surpreendente

Um dia, Stella estava choramingando na porta da frente e começou a andar de um lado para o outro. Christina supôs que ela precisava sair. Em vez disso, Stella caminhou até o dispositivo e digitou: “Quero”, “Jake” e “Venha”. Depois, ficou na frente da porta até o noivo de Hunger, Jake, chegar em casa alguns minutos depois.

Quando ele entrou, Stella voltou ao dispositivo e pressionou “Feliz”. Depois, rolou à espera de uma massagem na barriga.

Stella, a cadela que fala - Foto @hunger4words

Christina, que trabalha em San Diego (Califórnia) com crianças de 1 e 2 anos, muitas das quais também usam dispositivos adaptativos que as ajudam a se comunicar, começou a ensinar palavras a Stella quando ela tinha cerca de 8 semanas de idade.

Hoje, a cadela conhece pelo menos 29 palavras e consegue combinar até cinco delas para formar uma frase.

Segundo a doutora, a maneira como Stella usa as palavras para se comunicar é semelhante à de uma criança de 2 anos.

Ampliando o vocabulário

Stella, a cadela que fala - Foto @hunger4words

Os progressos da cachorra são documentados no blog Hunger for Words e em uma página no Instagram.

Uma das palavras preferidas de Stella é “Andar”. Outra de que gosta muito é “Praia”.

Christina planeja ensinar novas palavras a Stella e quer ajudar outros cães a “falar” também.

Assim, é bom trabalhar com a hipótese de que, um dia, seu cão vai “dizer” exatamente o que pensa. Talvez ele não concorde com tudo o que você acha que é bom pra ele.

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top