Por burocracia, cachorra de veterano está presa no aeroporto de NY há mais de dez dias - Pet é pop

Por burocracia, cachorra de veterano está presa no aeroporto de NY há mais de dez dias

Por burocracia, cachorra de veterano está presa no aeroporto de NY há mais de dez dias



Por burocracia, cachorra de veterano está presa no aeroporto de NY há mais de dez dias
Imagem: Paws of War

Por questões burocráticas, a cachorra de um veterano de guerra americano está presa no aeroporto de Nova York desde 24 de agosto. De acordo com a Paws of War, uma organização sem fins lucrativos, Harley pode ser deportada para a Jordânia devido a um erro administrativo.

Veja também:

Harley foi adotada pelo sargento da Força Aérea dos Estados Unidos, A.J. Kirrish, durante uma viagem de combate no Oriente Médio. O veterano mora atualmente na Califórnia, onde está ajudando a combater os incêndios florestais, e aguarda ansioso a chegada da cachorra.

“Durante vários meses, a [Paws of War] trabalhou para trazer Harley para a América”, disse a entidade. “Harley foi transferida para a Jordânia e recebeu cuidados veterinários, todas as vacinas e injeções necessárias, e foi mantida em quarentena por vários meses, pois o aeroporto na Jordânia foi fechado devido à Covid-19.”

Por burocracia, cachorra de veterano está presa no aeroporto de NY há mais de dez dias
Imagem: Kathleen Rice/Twitter

Veja também:

Ao desembarcar nos Estados Unidos, a entrada da cachorra do veterano foi negada pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA por causa de “pequenos erros burocráticos”. A organização alerta que, se a cadela for enviada de volta à Jordânia, o “tratamento de Harley pode ser ruim, especialmente se souberem que ela foi resgatada por um soldado americano.”

Alguns políticos de Nova York, como a deputada Kathleen Rice, tentam intervir para reverter a decisão do CDC de barrar a entrada da cadela. O veterano está preocupado com o destino de sua amada companheira caso ela seja deportada e teme que a cachorra seja sacrificada.

“Eles estão dizendo que ela pode estar com raiva e que sua papelada não está em ordem”, disse A.J. Kirrish à WABC. “Se o CDC aqui nos Estados Unidos não quer lidar com ela, só posso imaginar o seu destino quando chegar a um país estrangeiro com a etiqueta de ‘possível raiva’.”

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top