Aprenda a diagnosticar a febre em seu cão e saiba o que fazer - Pet é pop

Aprenda a diagnosticar a febre em seu cão e saiba o que fazer

Aprenda a diagnosticar a febre em seu cão e saiba o que fazer
Aprenda a diagnosticar a febre em seu cão e saiba o que fazer
Aprenda a diagnosticar a febre em seu cão e saiba o que fazer (Foto: Jana Shnipelson/Unsplash)

As febres caninas podem ter várias causas. Como pode saber se seu cachorro está com febre? Como você mede a temperatura e o que é considerado febre em cães? O que causa as febres caninas e como você as trata? Confira algumas informações importantes para fazer o diagnóstico do seu amiguinho!

Veja também:

Suspeita que o seu gato esteja resfriado? Veja o que os veterinários têm a dizer
Proteja seu cão contra essas 5 doenças que ameaçam a vida dele
Estudo mostra que cães não espalham o coronavírus, já os gatos…

As febres caninas podem ser muito difíceis de detectar em casa e costumam ser descobertas no consultório veterinário. Isso ocorre porque a temperatura de um cachorro é naturalmente mais alta do que a de um humano e é quase impossível detectar uma febre tocando a pele de um cachorro.

Como você mede a temperatura de um cachorro?

A única maneira de saber com precisão se seu cão está com febre é medir a temperatura retal com um termômetro digital. Isso é feito lubrificando a ponta do termômetro e inserindo-o no reto aproximadamente 2 centímetros. É importante ter outra pessoa segurando a cabeça do seu cão enquanto você faz isso, pois alguns cães podem não ser tolerantes com isso em casa.

Se um cão não parece doente, não há benefício em medir a temperatura dele em casa regularmente, porque ela também pode aumentar com a hiperatividade ou se seu cão estiver fora de casa em um ambiente quente.

Que temperatura é considerada febre em cães?

A faixa normal para a temperatura corporal de um cão é entre 37ºC e 39ºC. Qualquer coisa acima disso é considerada febre ou hipertermia (superaquecimento). A febre é a resposta do corpo a um processo de doença, enquanto a hipertermia é causada pela exposição ao calor excessivo ou superaquecimento devido ao esforço excessivo.

Quais são alguns sintomas da febre canina?

Os sintomas da febre canina podem variar de leves a graves, dependendo de quão alta está a temperatura e da doença que a está causando. Os sintomas podem incluir:

  • Letargia
  • Perda de apetite
  • Vômito
  • Diarreia
  • Tremores
O que causa febre canina?

Pode haver várias causas diferentes de febre canina, mas geralmente se enquadram em uma destas categorias:

  • Inflamação
  • Infecção
  • Doenças autoimunes
  • Câncer

Em alguns casos, apesar dos extensos diagnósticos, uma causa não é encontrada. Isso é chamado de “febre de origem desconhecida”.

Qualquer coisa que estimule o sistema imunológico pode causar febre. Por exemplo, não é incomum que animais de estimação tenham febre baixa após serem vacinados. Isso ocorre porque o sistema imunológico está sendo estimulado para proteger o corpo contra diferentes doenças.

Infecções bacterianas, fúngicas ou virais podem estimular uma resposta imunológica e também causar febre. O câncer é outro processo de doença que geralmente estimula o sistema imunológico, resultando em febre.

A causa mais comum de febre por inflamação é a pancreatite. Esta é uma inflamação do pâncreas que pode causar vômito, diarreia, anorexia e abdômen dolorido. A causa não é clara e acredita-se que seja diferente em cães, gatos e humanos.

As doenças autoimunes são um grupo de doenças que podem estimular o sistema imunológico a atacar uma parte do corpo sem causa subjacente. Exemplos de doenças autoimunes incluem lúpus, uveíte e artrite reumatóide. Essas doenças também podem resultar em febre canina.

O que fazer se seu cachorro estiver com febre

Se você acha que seu cão pode estar doente, medir a temperatura em casa é um bom começo, se possível. Se seu cão está com febre acima de 39ºC, isso justifica uma visita ao veterinário. É considerado uma emergência se o seu cão estiver extremamente letárgico, tiver sangue nas fezes ou vômito, parar de comer ou tiver temperatura acima de 40°C.

É extremamente importante nunca dar ao seu cão medicamentos como o ibuprofeno para reduzir a febre. Esses medicamentos são tóxicos para animais de estimação e podem resultar em ferimentos graves ou morte.

Obter um diagnóstico o mais rápido possível e instituir o tratamento geralmente resulta em resultados mais favoráveis. A maioria das causas da febre pode ser tratada se diagnosticada precocemente.

Como as febres caninas são tratadas?

O tratamento da febre em cães depende muito da causa. Muitas vezes, vários diagnósticos, como exames de sangue, radiografias (raios-x) e ultrassom, são necessários para determinar a causa. Em alguns casos, a causa não pode ser identificada.

Em cães com infecções, o tratamento geralmente é um curso de antibióticos ou medicamentos antifúngicos. Em outras doenças, como a pancreatite, não há um tratamento anedótico e medicamentos são dados para aliviar os sintomas até que a inflamação diminua. Isso pode levar de dias a semanas e dependerá do nível de gravidade.

O câncer é tratado com quimioterapia e/ou radioterapia, dependendo do tipo de câncer diagnosticado. Alguns tipos de câncer respondem bem a esses tratamentos, enquanto outros podem não responder tão bem ou nem responder.

As doenças autoimunes requerem medicamentos que suprimem o sistema imunológico para que ele pare de atacar as diferentes áreas do corpo.

A maioria dessas doenças são controláveis, mas geralmente não são curáveis.

  • Back to top