Após morte dos pais, mulher perde tudo e passa a viver num carro com dois gatos - Pet é pop

Após morte dos pais, mulher perde tudo e passa a viver num carro com dois gatos

Após morte dos pais, mulher perde tudo e passa a viver num carro com dois gatos



Após morte dos pais, mulher perde tudo e passa a viver num carro com dois gatos
Após morte dos pais, mulher perde tudo e passa a viver num carro com dois gatos (Foto: GoFundMe/CBS Chicago)

Uma mulher foi forçada a viver em um carro com seus dois gatos de estimação depois de abandonar seu emprego para cuidar de seus pais doentes.

Veja também:

10 raças calmas para quem quer ter um cão sem incomodar os vizinhos
Com a morte de Doris Day, animais perdem uma de suas maiores protetoras
Celebridade da internet, gata Lil Bub morre aos 8 anos

Ruth Ann Van Heel, de 60 anos, ficou sem casa e falida depois que sua mãe e seu pai morreram. Abrigos para sem-teto em Chicago se recusaram a permitir que Ruth trouxesse seus amados animais de estimação para ficar, deixando-a sem escolha a não ser morar em seu apertado Chrysler.

Ruth disse: “Eu os tenho há três anos e fiquei sem dinheiro – como tantas pessoas ficaram com a pandemia. Não consegui um lugar para ficar e não consegui um abrigo”.

“Eles são meus bebês… eles são tudo para mim.” Ela passou meses morando em estacionamentos de Chicago com seus animais de estimação – Pumpkin e Puss. Ruth e seus dois animais de estimação se amontoavam à noite para se manterem aquecidos.

Sua provação finalmente chegou ao fim depois que Ruth decidiu estacionar em frente à Aerotek, uma agência de empregos, com uma funcionária de lá percebendo que a mulher estava vivendo em seu Chrysler.

Essa funcionária fez amizade com Ruth e depois ligou para a chefe, Katie Murawski. Ela ficou chocada ao saber da situação da mulher e decidiu ajudar Ruth. Katie disse à CBS Chicago: “Nós gostamos dela e só queríamos ajudá-la”.

Os trabalhadores da Aerotek começaram a trazer comida, cobertores e livros para Ruth. Katie então compartilhou um post no Facebook sobre a situação, com Janine Marino entre as que entraram em contato para oferecer ajuda.

Janine disse: “Muitas vezes, condenamos as pessoas por desistirem de seus animais de estimação, mas muitas vezes, o que não vemos é uma situação absolutamente desesperadora; um último recurso.”

“Eu prometi trabalhar para que eles fossem adotados em um lar maravilhoso”, disse Ruth, entre lágrimas, que concordou em desistir de seus gatos, com Janine mantendo-a atualizada sobre o bem-estar deles.

Ruth agora se mudou para um abrigo e planeja aprender um ofício para que ela possa se recuperar.

Ela enfatizou que há muitos outros em situações semelhantes sem esperança e pediu que as pessoas fossem tão gentis quanto a equipe da Aerotek era com ela.

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top