Após furto, ladrões matam cão ao atirá-lo de veículo em movimento a 96 km/h - Pet é pop

Após furto, ladrões matam cão ao atirá-lo de veículo em movimento a 96 km/h

Após furto, ladrões matam cão ao atirá-lo de veículo em movimento a 96 km/h
Após furto, ladrões matam cão ao atirá-lo de veículo em movimento a 96 km/h
Após furto, ladrões matam cão ao atirá-lo de veículo em movimento a 96 km/h (Foto: Reprodução)

Um cachorro foi atirado por ladrões pela janela de um carro que viajava a 96 km/h após o roubo do veículo no Reino Unido.

Veja também:

+ Com placa, dona avisa que seu gato é ladrão e se compromete a devolver bens furtados
+ 8 curiosidades que todo amante de felino deve saber sobre o gato norueguês da floresta
+ Vídeo com gata de duas faces faz a internet inteira perguntar: é de verdade?

Chris Hallam, de 18 anos, ficou traumatizado depois de testemunhar o acontecimento.  Ele disse que estava viajando por volta das 14h45 da quarta-feira, quando viu algo “voando pelo ar”.

Ele saiu de seu veículo e correu até o cão de um ano de idade que estava gravemente ferido em uma poça de sangue à beira da estrada.

Ele colocou o cachorro, chamado Ice, no porta-malas de seu carro e correu para Minster Vets em Nottingham, mas seus ferimentos foram tão graves que ele teve que ser sacrificado.  “Foi a coisa mais horrível que eu já vi, o pobrezinho não teve a menor chance”, lamentou.

“Eu estava dirigindo pela estrada quando notei algo voando pelo ar quando passei por uma velha caminhonete do tipo fazendeiro vindo na direção oposta. Eu parei e corri para ajudar e dois outros caras que também pararam disseram que viram uma comoção no banco de trás assim que aconteceu”, contou Chris.

“Portanto, temos quase certeza de que foi atirado deliberadamente e simplesmente não entendemos como alguém poderia querer fazer isso com um cachorro”, acrescentou. “O barulho vindo dele foi de partir o coração, ele estava com muitas dores, então eu o levei para a RSPCA no começo.”

Chris contou que eles disseram que não podiam fazer nada para salvá-lo. “Ele teve ossos quebrados na pélvis e ferimentos internos que eles não puderam operar. Fiquei arrasado porque, se ele tivesse vivido, iríamos fornecer-lhe uma casa.”

“Sabemos que o nome dele era Ice por causa do microchip, mas a coisa duvidosa foi quando os veterinários chamaram os donos no chip, eles apenas disseram ‘ah, eu vendi aquele cachorro'”, disse Chris. “Estou convencido de que isso foi feito de propósito. Se fosse um acidente, você saberia que algo aconteceu e eles iriam parar.”

Uma porta-voz dos veterinários acrescentou: “Ele estava tão apavorado e com muita dor. Tivemos que sedá-lo enquanto estávamos no banco de trás do carro antes que pudéssemos levá-lo para examiná-lo, que foi quando os exames mostraram os problemas dos ferimentos internos.”

A Polícia de Nottinghamshire lançou uma investigação e pediu para que quaisquer testemunhas ou pessoas com informações entrassem em contato.

  • Back to top