Algumas coisas que o seu cão adoraria que você soubesse a respeito dele - Pet é pop

Algumas coisas que o seu cão adoraria que você soubesse a respeito dele

Algumas coisas que o seu cão adoraria que você soubesse a respeito dele
Algumas coisas que o seu cão adoraria que você soubesse a respeito dele
Algumas coisas que o seu cão adoraria que você soubesse a respeito dele (Foto: Laula Co/Unsplash)

Apesar de parecerem tão parecidos com os humanos, os cães são uma espécie completamente diferente. Eles têm necessidades diferentes, uma linguagem diferente e coisas diferentes que os fazem felizes.

Veja também:

+ Condenado à morte, cão com seis pernas e dois pênis está bem e ganha uma casa nova
+ Veja que cuidados tomar ao adotar uma dieta caseira para o seu pet
+ Cientistas revelam o que acontece no cérebro do seu cão quando você fala com ele

“Os cães não são como nós, não tanto quanto pensávamos. Mas está tudo bem. Ainda podemos nos relacionar com eles, compartilhar nossas vidas com eles, usá-los como filhos substitutos sem desculpas. Não precisamos renovar suas naturezas para legitimar como nos sentimos em relação a eles. Eles são valiosos e fascinantes como realmente são”, disse Jean Donaldson, autor do livro de comportamento e treinamento essencial, The Culture Clash.

De acordo com a treinadora certificada Phyllis Beasley, os cães realmente têm algumas coisas que gostariam que saibamos sobre eles. Por exemplo, um equívoco comum dos humanos é achar que os cães querem ser acariciados o tempo todo.

“Os cães são como as pessoas, alguns são introvertidos e alguns são extrovertidos. Seja honesto sobre o seu cão e nunca o force a ser acariciado por um estranho”, disse a especialista ao site The Columbia Star.

Segundo ela, se um cachorro tem o desejo de ser acariciado, ele fará contato físico com a pessoa para incentivá-la, podendo se aproximar dela, colocando uma pata ou até pulando em seu colo. No entanto, se forem forçados a receber um carinho indesejado, eles podem se tornar agressivos, rosnando ou mordendo a pessoa como resposta. Entender a linguagem corporal do cachorro é essencial para mantê-lo em situações que ele considera confortável.

O que os cães gostam são muitas vezes coisas que não queremos ou podem ser inconvenientes para nós. Quando passeamos, queremos que um cão que caminhe em posição perfeita ao nosso lado. No entanto, um passeio agradável para o seu cão incluiria parar para cheirar todos os cheiros incríveis do mundo, olhar para os animais e outras paisagens e deixar o cheiro dele nas coisas.

Beasley sugere que os cães devem andar com as guias soltas, permitindo que o cachorro pare para cheirar o quanto quiser. “Cheirar reduz a frequência cardíaca do seu cão e fornece exercício. Quando seu cão usa seu cérebro para interpretar cheiros, ele fica cansado. Da próxima vez que passear com o seu cão, pense se está a passear por si ou pelo seu cão. Você não precisa permitir que ele puxe, mas faça a caminhada o mais enriquecedora e divertida possível para ele”, disse a treinadora.

Outro ponto importante para Beasley é que os cães não nascem treinados. Os donos tendem a ficar frustrados quando lutam para treinar seus filhotes em casa e os filhotes não parecem se importar em onde eles fazem suas necessidades, para eles é um comportamento muito natural. Para rebater esse comportamento, muitos donos gritam com seus cães. Isso não apenas não vai funcionar para que ele seja treinado, mas vai fazer que seu filhote tenha medo de você.

Então, quando você grita para seu cachorro vir e ele não vem, não é necessariamente que ele esteja desconsiderando sua deixa, pode ser que você nunca tenha ensinado a ele efetivamente o que a palavra significa e que vir até você é uma resposta altamente recompensadora. Os cães podem aprender comandos, mas fazem isso combinando repetidamente uma palavra com uma ação, da mesma forma que ele provavelmente já aprendeu as palavras “petisco”, “jantar” e “passeio”.

Por fim, Beasley ressalta que os cães são animais sociais e eles preferem estar perto de suas famílias. No entanto, há momentos que seu cão pode precisar de uma pausa e ficar sozinho em sua própria companhia. Se você quiser que seu cachorro tenha um refúgio, separe um lugar calmo em sua casa para que ele posa descansar e ser deixado sozinho.

“Você pode fornecer a ele esse espaço montando sua caixa em uma área de tráfego ou até mesmo montando uma cama confortável em uma área onde ele naturalmente se retrai, como embaixo de uma mesa de canto”, sugeriu Beasley.



  • Back to top