Afinal de contas, é seguro dormir com cães ou gatos? - Pet é pop

Afinal de contas, é seguro dormir com cães ou gatos?

Afinal de contas, é seguro dormir com cães ou gatos?
Afinal de contas, é seguro dormir com cães ou gatos?
Afinal de contas, é seguro dormir com cães ou gatos? (Foto: Juan Garcia/Unsplash)

Você dorme com seu cão ou gato? Mas, será que isso é seguro? Veja o que os especialistas têm a dizer sobre o hábito de dormir com os pets!

Veja também:

+ Seu gato tem mania de dormir na ponta da cama? Saiba por quê
+ 35% dos casais britânicos que dormem com pets deixam de fazer sexo
+ Estudo: para o sono da mulher, é melhor dormir com cão do que com homem

De acordo com especialistas, cepas de estafilococos ou infecções parasitárias de ácaros, carrapatos e vermes intestinais, estão entre os mais comuns perigos que deixar seu pet dormir na sua cama pode trazer. No entanto, especialistas afirmam que o risco é muito baixo.

“Não há dúvida de que os cães podem transportar bactérias e parasitas que podem nos fazer mal, mas geralmente acho que o risco é muito baixo”, disse o professor James Logan, chefe do departamento de controle de doenças da London School of Hygiene and Tropical Medicine, ao The Guardian. “Você poderia argumentar que ser exposto a alguns desses organismos pode realmente fazer bem a você. Pessoas que cresceram com animais de estimação e outros animais tendem a ter menos alergias, por exemplo.”

Portanto, desde que você mantenha os tratamentos contra vermes e pulgas em dia, seu pet na cama não apresenta nenhuma ameaça verdadeira. O que pode ser um problema são evidências que o hábito pode encorajar um comportamento possessivo em alguns cães ou tornar mais difícil para eles lidar com o problema quando os donos estão longe de casa.

“A maioria dos veterinários recomendaria não deixar os cães dormirem perto das crianças. E os cães que se acostumam a dormir com você podem ficar estressados ​​quando você está fora, então há um argumento de que ter seu próprio espaço seguro é a melhor abordagem”, explicou a Dra. Jess French, autora e veterinária, ao The Guardian.

Mas e os gatos? Eles podem ter encontrado seu lugar na beira da cama, achando um lugar quente e seguro e se acomodado para uma soneca tranquila. No entanto, existem argumentos claros contra ter gatos na cama.

Tal como acontece com os cães, existe o risco óbvio para as crianças, como arranhões que podem infeccionar, além disso, os gatos têm ciclos de sono mais curtos e movem-se com mais frequência, o que pode tornar-se um problema para pessoas com sono leve.

Alguns gatos caçam à noite e trazem para a cama “presentes” em forma de presas ou lesmas presas no pelo, sem contar nas pulgas e outros parasitas que, assim como os cães, precisam ser controlados.

  • Back to top