Abelhas enfurecidas matam dois cães e picam policial 40 vezes - Pet é pop

Abelhas enfurecidas matam dois cães e picam policial 40 vezes

Abelhas enfurecidas matam dois cães e picam policial 40 vezes
Abelhas enfurecidas matam dois cães e picam policial 40 vezes
Abelhas enfurecidas matam dois cães e picam policial 40 vezes (Foto: Kai Wenzel/Unsplash)

Um ex-policial de Los Angeles foi cercado por um enxame de 5 mil abelhas furiosas em seu quintal no sábado (24), em um ataque que matou dois de seus cães e o deixou com mais de 40 picadas.

Veja também:

+ ‘Urgências românticas’ do cão da família incomodam primeiro-ministro britânico
+ Já pensou em criar abelhas? Um curso mostra que isso é sopa no mel
+ De Taylor Swift a Ed Sheeran: conheça os gatos mais mimados pelos famosos

Bob Ramos disse à agência de notícias local KTLA que as abelhas estavam em “modo de ataque” e atacaram agressivamente ele e três de seus cães. Ramos disse que o terrível incidente ocorreu em seu quintal e o deixou lutando para se proteger e aos animais de estimação de sua família.

“Eles estavam em um modo de ataque de qualquer coisa que estivesse em seu caminho. Havia apenas um zumbido constante e eu tinha uma toalha na cabeça, mas as abelhas passaram por baixo de mim e picaram minhas orelhas e rosto”, disse Ramos à agência de notícias.

Ele disse que os dois cachorrinhos de sua filha estavam no quintal quando as abelhas começaram a atacar e ele tentou fazer de tudo para resgatá-las, evitando ele mesmo as picadas. Mas depois de ser cercado, Ramos pediu ajuda ao corpo de bombeiros, que o avisou que sair de casa faria com que fosse mais atacado.

“Esta foi provavelmente uma das situações mais assustadoras que eu tive, porque não havia nada que eu pudesse fazer… mas eu tive que resgatar meus cães”, acrescentou Bob.

Ramos disse que os dois cães ficaram com tanto medo que arrombaram uma porta de tela da casa para tentar fugir das abelhas. No entanto, os animais foram picados tanto que não conseguiram sobreviver ao ataque.

Ramos disse que foi picado mais de 40 vezes e entrou em choque anafilático, mas que ele e Rolo, seu labrador, sobreviveram. “Eu continuo tentando me convencer de que fiz… Fiz tudo o que pude”, disse Ramos sobre os dois cães menores, enquanto se desmanchava em lágrimas.

Os médicos disseram ao KTLA que embora o instinto de Ramos para proteger seus cães seja comum, as pessoas que se encontram em um ataque de abelhas devem fazer tudo o que puderem para fugir dos insetos que picam.

“Não bata, isso realmente só agrava as abelhas. O óbvio é correr, correr o mais rápido possível”, disse o Dr. Victor Waters, do hospital Dignity Health, ao meio de comunicação. Waters também recomenda que as pessoas “prendam a respiração” durante o ataque de uma abelha, pois as abelhas podem sentir o cheiro da respiração tanto dos animais quanto das pessoas.

  • Back to top