6 razões pelas quais o seu cão anda ofegante; saiba quando se preocupar - Pet é pop

6 razões pelas quais o seu cão anda ofegante; saiba quando se preocupar

6 razões pelas quais o seu cão anda ofegante; saiba quando se preocupar
6 razões pelas quais o seu cão anda ofegante; saiba quando se preocupar
6 razões pelas quais o seu cão anda ofegante; saiba quando se preocupar (Foto: Pixabay)

Seu cão fica ofegante com frequência? Se ele está sempre respirando rapidamente, com a boca aberta e a língua para fora, pode ser que ele esteja tentando te dizer algo sobre sua saúde.

Veja também:

+ Vai viajar com o seu pet no Carnaval? Saiba que cuidados tomar
+ Mulher invade abrigo para resgatar seu cão, prestes a ser sacrificado
+ Quer um cão de guarda? Esqueça essas 10 raças

Embora na maioria das vezes a respiração ofegante seja inofensiva e diminua por conta própria, é possível que isso sinalize algo mais sério, como um problema cardíaco ou pulmonar.

Como nossos cães não podem falar conosco e nos dizer como se sentem, é importante tomar nota de quaisquer comportamentos incomuns que eles possam apresentar.

Aqui estão seis razões pelas quais os cães ofegam e quando isso pode ser um sinal de algo sério:

1. Eles estão com calor

A principal razão pela qual os cães ofegam é para se refrescar, de acordo com o veterinário Dennis Leon, proprietário e diretor médico do Willowbrook Veterinary Hospital. Como os cães não suam como os humanos, ofegar ajuda a evaporar os fluidos no trato respiratório superior, resfriando-os e regulando a temperatura do corpo.

No entanto, fique atento a sinais de insolação em casos de calor intenso. “A regra geral é que, se está muito quente para você se exercitar ao sol, então está muito quente para o cachorro”, afirmou o especialista.

Os sinais de insolação em cães incluem:

  • Vômito
  • Diarreia
  • Comportamento alterado
  • Colapsando no chão

Para ajudá-los a esfriar, certifique-se de deixá-los em uma temperatura mais fria. Você também pode borrifar as almofadas das patas com água fria. Se o seu cão continuar a exibir esses sinais depois de esfriar um pouco, você deve levá-lo ao veterinário, pois a insolação pode ser uma emergência médica.

2. Eles estão se esforçando demais

De acordo com Gary Richter, especialista em medicina veterinária da Rover, os cães podem ficar exaustos enquanto estão se exercitando, assim como os humanos. Exemplos de esforço podem ser brincar com outros cães no parque para cães, fazer longas caminhadas ou uma explosão repentina de energia, conhecida como “zoomies”.

Ofegar ajuda humanos e cães a obter mais oxigênio no corpo, o que ajuda na recuperação do exercício, segundo o especialista. A respiração ofegante deve diminuir quando eles descansarem.

3. Eles estão animados

Se o seu cão está animado, como se vê outras pessoas ou animais com os quais está feliz, ele pode ofegar e abanar o rabo, segundo Gary. Por exemplo, isso geralmente acontece quando você chega em casa do trabalho e se reúne com seu cão e ele fica feliz em vê-lo. Seu cão também pode lamber você ao mesmo tempo.

4. Eles estão com medo ou ansiosos

Por outro lado, as emoções negativas também podem causar respiração ofegante. Dennis afirmou que o medo e a ansiedade podem levar a uma respiração ofegante excessiva. Além de ofegar, outros sintomas comportamentais de estresse incluem:

  • Colocando suas orelhas para trás
  • Colocando o rabo entre as pernas
  • Bocejando
  • Lambendo os lábios

Se o seu cão está estressado, o veterinário sugeriu que a melhor coisa a fazer é parar o estressor ou afastá-lo fisicamente do ambiente estressante e evitar esses estressores no futuro até que um plano de modificação de comportamento seja implementado.

5. Eles têm um problema cardíaco ou pulmonar

Se o seu cão está ofegando muito sem os gatilhos acima, pode ser um sinal de algo mais sério, como uma doença pulmonar ou cardíaca, como:

  • Insuficiência cardíaca congestiva
  • Pneumonia
  • Bronquite
  • Doença alérgica das vias aéreas
  • Câncer

Por exemplo, Gary disse que um cão com problema pulmonar pode ofegar para tentar se livrar do dióxido de carbono e aumentar a ingestão de oxigênio.

Da mesma forma, se um cão tem um problema cardíaco, isso pode levar a um acúmulo de líquido nos pulmões, o que também pode significar que seu cão não está recebendo oxigênio suficiente.

Outros sinais a serem observados são:

  • Tosse
  • Engasgando
  • Energia baixa
  • Colapsando no chão
  • Gengivas pálidas ou azuladas

O tratamento dependerá do diagnóstico específico de que tipo de problema cardíaco ou pulmonar seu cão tem.

6. Eles têm doença de Cushing

A doença de Cushing é uma doença endócrina que resulta em níveis elevados de cortisol, um hormônio do estresse. A condição é relativamente comum, com cerca de 100.000 cães diagnosticados anualmente. Cães com idade superior a seis estão em maior risco.

As raças que parecem ser mais afetadas são:

  • Poodles
  • Dachshunds
  • Schnauzer miniatura
  • Terriers
  • Boxers

Junto com a respiração ofegante excessiva, alguns sinais reveladores da doença de Cushing são:

  • Sede excessiva
  • Micção excessiva
  • Perda de cabelo
  • Aparência de “barrigudo”

Se o seu cão apresentar esses sintomas, é importante levá-lo ao veterinário para um diagnóstico. Exames de sangue e ultrassonografia podem ser necessários, de acordo com os especialistas.



  • Back to top