6 dicas para quem quer correr na companhia do seu cão - Pet é pop

6 dicas para quem quer correr na companhia do seu cão

6 dicas para quem quer correr na companhia do seu cão
6 dicas para quem quer correr na companhia do seu cão
6 dicas para quem quer correr na companhia do seu cão (Foto: Magdalena Smolnicka/Unsplash)

Quer correr com seu cachorro, mas não sabe por onde começar? Embora possa parecer uma ótima maneira de manter você e seu amigo de quatro patas em forma, há algumas coisas a serem consideradas antes.

Veja também:

+ Cão famoso no Instagram por seu rosto ‘cubista’ ganha companhia com a mesma característica
+ Youtuber constrói aquário móvel e leva seus peixes para passear
+ Na hora da separação, quem tem o direito de ficar com os pets?

Confira algumas dicas de segurança do treinador de corrida e personal trainer da PureGym, Ian Scarrott, e da especialista em nutrição da Burns Pet Nutrition, Emma Lee, antes de sair para correr com seu cão.

1. Considere a raça do seu cão

Apesar do que você pode ver no parque para cães, nem todos os cães são adequados para esportes. Raças braquicefálicas (de cara chata), como pugs ou buldogues, geralmente têm problemas com a respiração e lutam no clima mais quente, pois não conseguem se refrescar de maneira eficaz.

Ser capaz de perder calor também será um problema para algumas das raças de pelagem dupla ou pelagem mais pesada, como os huskies siberianos. Além disso, alguns cães, como galgos, são velocistas, mas não são capazes de lidar com longas distâncias.

Dachshunds, por outro lado, são geneticamente propensos a DDIV (doença de disco intervertebral) e muitas raças maiores podem estar mais predispostas a condições como displasia da anca.

Não é nem preciso dizer que é uma boa ideia consultar o seu veterinário antes de começar a correr com o seu cão. Não é recomendado correr com cachorros ou cães com menos de um ano de idade, pois ainda estão em fase de crescimento.

Se você ainda está procurando uma raça de cachorro ideal para te acompanhar nas corridas, as melhores raças de cães para correr são Weimaraner, Dálmata, Visla, Braco alemão de pelo curto, Leão da Rodésia e Springer spaniel inglês, de acordo com o American Kennel Club.

2. Pense em seus níveis de condicionamento físico

Se você planeja recrutar seu animal de estimação como um novo parceiro de corrida, precisará aumentar a distância gradualmente. Você também precisará pensar no terreno, pois correr é um esporte de alto impacto, então tome cuidado ao correr em terreno firme.

“Além disso, tenha cuidado em terrenos irregulares. Os cães serão suscetíveis a tipos semelhantes de lesões esqueléticas e musculares que nós!”, alertou Lee durante entrevista ao site Tom’s Guide. Certifique-se de observar sinais de dor ou desconforto em seu cão e certifique-se de que ele tenha tempo para se aquecer e esfriar antes e depois da corrida.

Se você está apenas começando em sua jornada de corrida e está descobrindo que seu cão é realmente o mais apto para correr, Scarrott sugere adicionar jogos na corrida para manter seu animal de estimação ocupado, mas dê a si mesmo um fôlego.

“Por exemplo, você pode correr para um parque juntos e descansar um pouco enquanto os mantém ativos jogando um jogo de busca”, aconselhou Scarrott ao Tom’s Guide.

3. Pegue os equipamentos certos

Assim como você pode pegar um dos melhores suportes para celular de corrida, um par dos melhores óculos de sol de corrida ou um dos melhores relógios de corrida antes de sair pela porta, você precisará investir no kit certo para que seu animal de estimação corra confortavelmente também.

Se você planeja correr com seu cão na guia, muitos especialistas recomendam correr com seu cão em uma arnês em vez de uma coleira, pois o arnês distribui a pressão de maneira mais uniforme ao redor do corpo, em vez de apenas no pescoço do cão.

Dito isto, você deve fazer o que for melhor para você e seu cão, mas certifique-se de que o arnês ou coleira se encaixe corretamente e não restrinja sua respiração ou cause desconforto. Você quer que a corrida também seja divertida para o seu cão.

Scarrott aconselha a não segurar a guia com as mãos se você estiver correndo com seu cão na coleira. “Você pode tentar correr sem as mãos onde você está conectado [ao seu cão] por um cinto seguro, o que significa que você está livre para se concentrar na rota, também significa que seu as mãos estão livres se você levar um tombo. Pode ajudar a evitar ser puxado desconfortavelmente, especialmente em velocidade”, disse ele.

4. Abasteça como um profissional

Assim como você pode planejar suas refeições em torno de sua corrida, você deve fazer o mesmo com seu cão. Lembre-se de alimentar seu cachorro pelo menos uma hora antes do exercício e, idealmente, antes disso para dar tempo suficiente para digerir a comida.

Os especialistas recomendaram alimentar duas horas antes e não alimentar duas horas depois. Se você tentar alimentar seu cão demais, ou muito perto do exercício, isso pode levar ao risco de problemas como inchaço.

Também é uma boa ideia levar uma tigela de água dobrável ou uma garrafa de água para cães quando saírem para correr juntos. “A hidratação é importante, principalmente em climas mais quentes. Uma perda de apenas 7% da água corporal do seu cão pode levar a uma desidratação grave e uma perda de 15% pode ser fatal”, alertou Lee.

“É importante lembrar de não deixá-los beber muito de uma só vez, mas certifique-se de que eles se reidratem de forma constante, em vez de beber muito, muito rápido”, acrescentou a especialista.

5. Aproveite a oportunidade de treinamento

Além de ser uma maneira de manter a forma, correr com seu cão é uma ótima maneira de se relacionar com seu animal de estimação e trabalhar em seu treinamento. “Pode ser útil para eles aprenderem novos comandos de voz, o que significa que você está mais sincronizado não apenas durante a corrida, mas também na vida cotidiana”, sugeriu Scarrott.

6. Divirta-se

“Participar de um esporte com seu cão pode ser benéfico tanto para você quanto para seu familiar peludo e deve ser incentivado com mais frequência. Ajuda a aumentar e manter o condicionamento físico e a saúde física e mental e também pode fortalecer seu vínculo”, disse Lee.

Correr com seu animal de estimação pode aumentar sua motivação, melhorar seu vínculo e manter vocês dois em forma, mas mais do que qualquer outra coisa, vocês dois devem se divertir, então certifique-se de levar as coisas devagar e garanta que os dois estão curtindo o momento.



  • Back to top