6 dicas fáceis para melhorar a pele do seu gato - Pet é pop

6 dicas fáceis para melhorar a pele do seu gato

6 dicas fáceis para melhorar a pele do seu gato



6 dicas fáceis para melhorar a pele do seu gato
Imagem de Charlotte Govaert por Pixabay

O aspecto da pele do seu gato é mais do que uma questão de aparência, é um reflexo de sua saúde. Segundo a veterinária Jennifer Larsen, da Universidade da Califórnia em Davis, se seu felino está arrancando seus próprios pelos ou se coçando com força, pode ser sinal de alguma alergia ou outra doença. Confira as seis dicas do site PetMD para melhorar a pele do seu gato.

Veja também:

1. Alimente seu gato com uma dieta nutritiva

Uma dieta balanceada e completa é essencial para a saúde e o bem-estar do seu gato, mas muitos nutrientes desempenham um papel importante na vitalidade da pele e dos pelos do seu bichano. Ômega 3 e ômega 6 são fundamentais para que seu gato tenha uma pele saudável, explica a veterinária Sherry Sanderson, da Universidade da Geórgia.

2. Não descarte o uso de suplementos

Em alguns casos, os suplementos podem ser benéficos. Se a pele do seu felino está escamosa ou a pelagem ressecada, a dermatologista veterinária Elizabeth Goodale recomenda o uso de óleo de cártamo ou de girassol. Mas a especialista alerta para o excesso, já que são substâncias calóricas.

Ela diz ainda que os suplementos de óleo de peixe também podem ajudar no combate à coceira por causa de seu componente anti-inflamatório. Mas atenção com a quantidade, o produto contém vitamina D, que pode causar sérios problemas associados à toxicidade se consumida em excesso.

3. Proteja seu gato contra pulgas

Quando sente coceira na pele, seu gato pode passar a se lamber de forma excessiva na tentativa de aliviar o incômodo. Mas esse comportamento pode resultar no aparecimento de feridas ou calvície parcial. Segundo Elizabeth Goodale, pulgas e alergias a pulgas são fontes comuns de problemas de pele em gatos. Portanto, a especialista recomenda o uso de medicamentos preventivos formulados para felinos.

Veja também:

4. Mantenha bons hábitos de higiene

Penteie seu gato regularmente, esse simples ato pode ajudar a prevenir infecções de pele e ajuda a redistribuir os óleos naturais deixando a pelagem do animal mais bonita. A veterinária Jennifer Larsen aconselha os donos de pet a introduzirem os hábitos de higiene desde cedo para que o gato aprenda a gostar dos cuidados desde filhote.

5. Dê banho no seu gato em caso de doenças alérgicas

Os gatos costumam ser autossuficientes quando o assunto é banho, mas se você for lavar seu animal de estimação, fique atento ao xampu escolhido e certifique-se de que o produto é próprio para felinos. Em caso de doenças alérgicas, recomenda-se dar banho nos bichanos. Limpar o gato com um pano úmido e frio também é uma opção.

6. Observe o grau de estresse do seu gato

Se seu gato se lambe em excesso, e o veterinário determinou que a causa é psicológica, isso quer dizer que seu bichano sofre de alopecia psicogênica. Os gatos podem apresentar esse tipo de comportamento compulsivo para aliviar o estresse. Por que você deve se preocupar? O estresse aumenta o risco de seu animal desenvolver outras doenças mais graves. Brincar, acariciar e interagir estão entre as recomendações dos veterinários para distrair seu pet.

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo


  • Back to top