5 maneiras de preparar seu cão para a melhor velhice que ele possa ter - Pet é pop

5 maneiras de preparar seu cão para a melhor velhice que ele possa ter

5 maneiras de preparar seu cão para a melhor velhice que ele possa ter
5 maneiras de preparar seu cão para a melhor velhice que ele possa ter
5 maneiras de preparar seu cão para a melhor velhice que ele possa ter (Foto: Jairo Alzate/Unsplash)

Assim como os seres humanos, os cães também sofrem com os impactos da velhice. Os donos não podem impedir esse processo natural, mas alguns hábitos diários podem fazer com que a velhice do seu cãozinho seja mais tranquila.

Veja também:

+ Quer que seu pet tenha uma velhice saudável? Dê comida uma vez por dia, diz a ciência
+ Casal reencontra seu gato 11 anos depois e a 130 km de casa
+ 11 dicas de especialistas para manter os dentes do seu cão tinindo

À medida que seu cão envelhece, há certas coisas que você notará. Para começar, eles ficam mais propensos a doenças, suas capacidades de visão e audição se deterioram em comparação com antes e eles não se movimentam tanto quanto antes.

Como dono de um cão, você precisa saber quando seu cão está envelhecendo, porque diferentes raças de cães envelhecem de maneira diferente. O mais importante é tomar nota de quaisquer sinais de envelhecimento e tomar as medidas certas para ajudar o seu cão.

Veja como ajudar um cão idoso a viver a melhor velhice possível:

1. Doenças comuns em cães mais velhos

À medida que um cão envelhece, ele se torna mais suscetível a algumas doenças comuns em cães mais velhos, como a osteoartrite. Embora ainda não tenhamos uma cura conhecida para esta condição, você pode usar alguns tratamentos para garantir que seu cão permaneça ativo por mais tempo, se você conseguir identificar a condição precocemente.

2. Dieta para cães idosos

Não importa a idade do seu cão, você precisa ter certeza de que o cão está sempre tendo uma dieta equilibrada para uma vida saudável. Quando envelhecem, a probabilidade que seu cachorro fique obeso aumenta, pois não são tão móveis quanto antes e não têm a mesma energia dos cães mais jovens.

Portanto, você precisa procurar alimentos adequados para cães mais velhos e projetados para ajudá-los a evitar o ganho de peso extra. Esses alimentos vêm com menos calorias e menos gordura em comparação com as refeições feitas para cães mais jovens.

3. Exercício regular

À medida que um cão envelhece, a sua necessidade de exercício regular continua a aumentar. Isso é importante para ajudá-los a evitar o ganho de peso, estar alerta e melhorar sua saúde geral. Dado que a velhice vem com certas limitações, você precisa consultar um veterinário para entender os programas de exercícios adequados para o seu cão.

4. Check-ups regulares

Consultas regulares com o veterinário são essenciais para cães em qualquer idade, mas para cães idosos isso é indispensável. O sistema imunológico de cães idosos tende a ser mais fraco em comparação ao de cães mais jovens, o que os torna propensos a diferentes doenças.

Para garantir que seu cão esteja saudável, você pode visitar um veterinário a cada seis meses, desde que seu cão não mostre nenhum sinal de doença no meio. Caso suspeite que seu cão está com alguma doença, você deve entrar em contato com seu veterinário imediatamente. Isso ajudará você a entender o que seu cão pode estar passando e cuidar dele antes que fique sério.

5. Proteção contra parasitas e vacinas

Não importa a idade do seu cão, você precisa garantir que ele esteja sempre protegido contra vermes, carrapatos, pulgas e outros parasitas, ou seja, você deve continuar administrando tratamentos ao seu cão idoso.

No entanto, as coisas ficam bem diferentes quando se trata de vacinas para cães mais velhos. Eles não precisam ser vacinados periodicamente como antes. Com a ajuda do seu veterinário, certifique-se de que sabe o momento certo para a vacinação do seu cão.



  • Back to top