4 dicas simples para melhorar a vida de um gato idoso - Pet é pop

4 dicas simples para melhorar a vida de um gato idoso

4 dicas simples para melhorar a vida de um gato idoso
4 dicas simples para melhorar a vida de um gato idoso
4 dicas simples para melhorar a vida de um gato idoso (Nathan Fertig/Unsplash)

Todos os animais de estimação que estão envelhecendo merecem o melhor cuidado possível. Mas, um gato idoso, que é especialista em esconder suas dores, precisa de atenção extra por suas preocupações com a saúde.

Veja também:

+ 6 dicas mostram que, sim, é possível ensinar truques novos para cães idosos
+ Vídeo: gato autolimpante sobe na pia, abre a torneira e toma banho sozinho
+ Tosa catastrófica deixa cão irreconhecível até para a dona

É importante que os donos proporcionem aos gatos um estilo de vida que promova hábitos saudáveis ​​para que aproveitem ao máximo os seus anos dourados.

Aqui estão quatro dicas para ajudá-lo a cuidar do seu gato idoso:

1. Preste muita atenção à dieta do seu gato

Gatos idosos têm necessidades nutricionais únicas que precisam ser atendidas para alcançar uma saúde ideal. Por isso, certifique-se de fornecer ao seu gato idoso uma dieta equilibrada e em quantidades adequadas.

Tenha cuidado extra ao escolher a comida do seu felino e escolha apenas uma marca confiável que ofereça produtos de alta qualidade, para garantir que eles obtenham a nutrição de que precisam.  Em vez de alimentá-los duas ou três vezes por dia, considere dar-lhes pequenas refeições frequentes para ajudar a melhorar sua digestão.

Além disso, garanta que seu gato esteja bem hidratado, pois os felinos mais velhos correm o risco de ficarem constipados. Já que os gatos não tem muito costume de beber água (especialmente em um pote de água parada), forneça uma quantidade de comida úmida semanalmente para suprir a necessidade de hidratação do seu gato.

2. Cuidado com quaisquer mudanças nos hábitos do seu gato idoso

Os gatos são especialistas quando se trata de esconder doenças. Por conta disso, procure aprender os hábitos do seu gato sénior para que possa detectar facilmente quaisquer alterações no seu comportamento. Eles estão dormindo mais e comendo menos? Eles se escondem com frequência?Tome nota de quaisquer mudanças em seu padrão de sono, níveis de energia, apetite e comportamento, não importa quão mínimas e triviais elas sejam.

Inicie um diário para registrar essas alterações. Certifique-se de verificar sua caixa de areia regularmente e examinar seus resíduos. Também é fundamental que você monitore o peso do seu gato, pois os gatos mais velhos são propensos a ficar acima do peso e abaixo do peso. Alterações de peso inexplicáveis ​​podem ser sintomas de uma doença subjacente grave, portanto, informe imediatamente qualquer alteração de peso ao seu veterinário.

3. Aprenda as doenças comuns dos gatos

Como pai de gato, você precisa estar ciente das diferentes doenças e seus sintomas correspondentes. Algumas das doenças comuns em gatos incluem diabetes, câncer, dirofilariose, vírus da leucemia felina, vírus da imunodeficiência felina (FIV), micose, síndrome do arranha-céu, raiva, vermes e infecções respiratórias superiores.

Contacte o seu veterinário se o seu gato apresentar algum destes sintomas:

  • Aumento da ingestão de água ou sede extrema
  • Letargia
  • Aumento da micção
  • Hálito com cheiro doce incomum ou mau hálito
  • Infecções cutâneas persistentes
  • Vômitos ou diarreia
  • Dificuldade em defecar, urinar ou respirar
  • Nódulos inexplicáveis ​​ou inchaço anormal
4. Não esqueça das visitas ao veterinário

Mesmo que seu gato idoso pareça saudável, leve-o ao veterinário para exames regulares. A American Association of Feline Practitioners aconselha que gatos mais velhos saudáveis ​​devem ser examinados a cada seis meses.

O exame de sangue também deve ser realizado durante essas visitas ao veterinário para ajudar o médico do seu gato a identificar possíveis problemas de saúde. Tente estabelecer uma boa relação com o veterinário do seu gato para que possam trabalhar em conjunto para melhorar a qualidade de vida do seu felino idoso.



  • Back to top