4 dicas para cuidar do seu pet no inverno - Pet é pop

4 dicas para cuidar do seu pet no inverno

Cão no inverno



Cão no inverno
Imagem de Santa3 por Pixabay

As baixas temperaturas pedem alguns cuidados especiais com seu pet no inverno. Apesar dos pelos, cães e gatos também sentem frio e podem ficar mais vulneráveis ou agravar algumas doenças, como as respiratórias e as dores articulares, nessa época do ano.

Veja também:

“É preciso ficar atento a sinais como tosse, secreção nasal e ocular, falta de apetite e prostração” conta a médica veterinária Luciana Pellegrino. Ela também pede atenção redobrada com os mais idosos e com os animais que já possuem doenças osteoarticulares, como problemas de coluna e artroses. “Se você notar que seu pet está mancando ou tem dificuldades para se levantar, deitar ou se locomover, é hora de levá-lo para uma consulta veterinária para uma avaliação”, recomenda.

Confira 4 dicas para cuidar do seu pet no inverno

1. Como saber se o seu pet está com frio?

Tremores pelo corpo e/ou posições encolhidas podem indicar que seu pet está frio. Patas, focinho e orelhas gelados, assim como movimentos mais lentos, também são indícios de que ele está sentindo a baixa temperatura.

Bulldog no inverno
Imagem de Mylene2401 por Pixabay

2. Como mantê-lo aquecido?

As roupas específicas para pets podem ser ótimas aliadas, mas é preciso usar um tamanho apropriado para que eles fiquem confortáveis. Além disso, se seu animal de estimação dorme no exterior da casa, escolha um local onde não tenha correntes de ar e ele possa se abrigar da chuva. Se possível, disponibilize um espaço dentro da casa, garantindo a proteção dele das frias madrugadas dessa estação.

Outra dica é deixar mantas ou cobertas em cima do sofá e espalhadas nos locais onde seu cão ou gato gosta de ficar deitado. Manter portas e janelas fechadas – principalmente durante a noite – também ajuda a manter o ambiente mais acolhedor.

3. Qual a melhor hora do passeio ou brincadeiras?

Manter a atividade física no inverno é muito importante, mas evite fazer caminhadas muito cedo ou à noite. Se possível, escolha horários no fim da manhã ou no começo da tarde – período em que há até uma chance de ter um solzinho para aproveitar ainda mais o passeio. Nos horários mais quentes do dia, os pets também estarão mais dispostos para brincar.

4. Alimentação faz diferença?

Assim como os seres humanos, os animais também comem mais no inverno. As calorias ingeridas por eles podem ajudar a manter o corpo mais aquecido. Os pets bem nutridos no inverno estão mais bem preparados para o frio, principalmente se passam muito tempo ao ar livre. Aumentar um pouco a quantidade diária de ração pode ser necessário.

Veja também:

Veja também

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las
+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’
+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância
+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo

  • Back to top