35% dos casais britânicos que dormem com pets deixam de fazer sexo - Pet é pop

35% dos casais britânicos que dormem com pets deixam de fazer sexo



Para 35% dos britânicos casados, o fato de o pet passar a dormir na cama do casal decretou o fim do sexo entre os dois. Esse número resulta de um levantamento feito pela indústria de produtos para pets Webbox.

Outros 29% dos entrevistados admitiram que nem se sentam juntos mais no sofá da sala. Alegam que o espaço outrora ocupado pelo parceiro agora é dominado pelo animal de estimação do casal.

O levantamento mostra também que 71% procuram estabelecer regras para os animais antes de recebê-los em casa. São medidas como a proibição de entrar em alguns cômodos, ocupar o sofá ou subir na cama.

Pixabay

O problema é que a maioria não consegue manter as regras estipuladas. Cerca de 25% quebra o combinado na primeira semana, e 10%, já no primeiro dia, segundo a pesquisa.

As regras são estabelecidas para mostrar ao cão ou gato que você é o alfa da relação. Desrespeitá-las manda para eles a mensagem de que não é você quem manda. E isso pode motivá-los a quebrar outras combinações.

O levantamento mostra que as mais frequentes “rebeldias” cometidas pelos pets são ocupar lugar demais na cama, danificar os móveis e pedir comida à mesa.

Além de publicar os resultados do levantamento, a Webbox preparou uma lista com dicas para que o seu pet respeite as regras que você mesmo estabeleceu

.

Canto para chamar de seu

Uma solução simples e eficaz para afastar o seu animalzinho da cama é oferecer a ele um estofado confortável e aconchegante. Deve ser compatível com o tamanho do animal e colocado numa área quentinha da casa.

 

Quartos separados

Se você se sentir culpado demais por deixá-lo sozinho nos primeiros dias, coloque a caminha dentro do seu quarto até que ele se acostume com o novo lar. Depois, mude a caminha para o local que ele ocupará definitivamente.

Para reforçar e facilitar o hábito, ofereça uns petiscos sobre a caminha, quando a hora de dormir chegar.

Pixabay
Acerte a sintonia

É muito confuso para a cabeça dos pets quando alguns membros da família permitem que os pets subam no sofá e outros os expulsem de lá. Certifique-se de que todos sejam inflexíveis quanto as regras estabelecidas.

 

Comendo junto, mas separados

Sempre alimente o seu pet na cumbuca dele, nunca na mesa. Jamais permita que seu pet suba na cadeira e fique na altura da mesa, mesmo quando não tiver comida sobre o móvel.

Sirva a ração do pet imediatamente antes de sentar-se para comer a sua refeição. Assim eles ficarão mais cheios e menos dispostos a “mendigar” comida. Mas, caso insistam, tente resistir aos olhares pidões.

 

Não desista

O processo de desaprender algum hábito ruim pode ser longo. Persistência é a chave para que o treinamento dê certo. Passar um tempo com o pet e ter paciência vai ajudar no seu trabalho de uma vida feliz para todos no longo prazo.

Veja também

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las
+ Edu Guedes faz desabafo sobre acidente de moto: ‘O susto foi grande’
+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância
+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo

  • Back to top