30 coisas que talvez você não saiba sobre os gatos - Pet é pop

30 coisas que talvez você não saiba sobre os gatos

30 coisas que talvez você não saiba sobre os gatos
30 coisas que talvez você não saiba sobre os gatos
30 coisas que talvez você não saiba sobre os gatos (Foto: Erik Jan Leusink/Unsplash)

Os gatos são criaturas misteriosas e apresentam comportamentos que os humanos podem considerar estranhos ou, no mínimo, peculiares.

Veja também:

+ Rússia: vídeo que traz rap com gatos do Palácio Hermitage viraliza no Instagram e TikTok
+ Família adota cão fugitivo e recusa R$ 26 mil oferecidos pela dona para devolvê-lo
+ Gato com 28 dedos vira celebridade no Instagram

A conta do TikTok dos gatos Figgy e Juliet está compartilhando fatos interessantes sobre esses animais. Confira algumas dessas curiosidades!

1. Os gatos às vezes bocejam para finalizar um confronto com outro animal. É basicamente sua maneira de dizer que não há necessidade para brigar.

2. Os gatos são considerados carnívoros obrigatórios, enquanto os cães são carnívoros facultativos. Os carnívoros obrigatórios devem comer carne para prosperar, os facultativos precisam de carne, mas são capazes de sobreviver com outros tipos de alimento. Por isso, os gatos nunca devem seguir uma dieta vegana ou vegetariana.

3. O Guinness World Records não registra mais felinos na categoria “gato mais gordo”. Havia uma preocupação de que os donos de gatos os alimentassem demais intencionalmente para obter o registro.

4. Os antigos egípcios raspavam as sobrancelhas quando seus gatos morriam como um sinal de luto. Eles lamentariam a perda do gato até que as sobrancelhas voltassem a crescer.

5. Quando os gatos piscam lentamente na sua direção, eles estão basicamente dizendo que amam você. Na natureza, os gatos piscam lentamente uns para os outros como forma de mostrar confiança.

6. Os gatos desenvolveram um tipo especial de miado para conseguir o que querem com os humanos. O som “irresistível” é uma combinação de ronronar e miar. A frequência do som é semelhante ao choro de uma criança, e nosso cérebro luta para ignorá-la.

7. Um grupo de gatos é chamado de cambada ou gataria.

8. Os gatos andam de uma forma única. Eles movem os dois pés direitos primeiro e depois os dois pés esquerdos. Os únicos outros mamíferos que andam dessa forma são camelos e girafas.

9. Há uma estação de trem no Japão que emprega gatos como chefes.

10. Os gatos têm um órgão extra. É chamado de órgão vomeronasal, também denominado órgão de Jacobson, e permite que eles se deliciem com partículas de ar.

11. Seu gato lambe você? Parabéns, ele está apaixonado por você. Cuidar dos outros é muito importante no mundo social de um gato.

12. Gatos podem sonhar. Provavelmente estão sonhando com a caça, de acordo com cientistas. Os gatos também têm pesadelos com experiências ruins.

13. Quem diz que os humanos domesticaram os gatos está errado. Os gatos escolheram ficar perto dos humanos porque caçavam os roedores que suas plantações atraíam.

14. Os gatos preferem instintivamente beber água corrente. Na natureza, eles evitam água estagnada porque é provável que esteja contaminada.

15. O nariz de um gato tem uma impressão única, como uma digital humana. Não há dois gatos com impressões de nariz idênticas, nem se forem da mesma ninhada.

16. Estudos sugerem que os donos de gatos são mais saudáveis ​​do que os donos de cães. Descobriu-se que os donos de gatos são menos propensos a ter um ataque cardíaco ou derrame, provavelmente devido aos efeitos calmantes dos felinos.

17. Gatos selvagens e não castrados podem ter ninhadas de 3 a 7 gatinhos a cada 4 meses. Esses gatinhos terão filhotes, e assim por diante. Por isso, a esterilização e a castração interrompem esse processo e evitam milhares de gatinhos.

18. Os gatos podem ser destros ou canhotos, assim como os humanos. Os machos são mais propensos a usarem as patas esquerdas, as fêmeas, as direitas.

19. Os gatos passam cerca de 2/3 do dia dormindo. Assim, um gato de 3 anos só ficou acordado por cerca de 1 ano de sua vida.

20. Um gato doméstico é geneticamente mais de 95% tigre. Eles têm muitos dos mesmos comportamentos, como brincar de caça, marcação de cheiro e ataque.

21. Os gatos são responsáveis ​​pela extinção de pelo menos 63 espécies animais. Isso os colocou na lista das “100 piores espécies invasoras”.

22. Os gatos escolhem ativamente nos ignorar às vezes. Estudos sugerem que os gatos muitas vezes nos ouvem chamá-los, mas decidem nos ignorar. Eles acreditam que é porque não foram criados para ouvir os humanos, como os cães.

23. Os gatos não gostam que a água fique perto da comida. Na natureza, eles não bebem água perto da comida porque pode estar contaminada. Esse instinto também está presente em gatos domésticos.

24. Os gatos geralmente carregam o parasita Toxoplasma gondii, que faz com que os ratos sejam atraídos pelos felinos. O T. gondii chega ao cérebro do roedor e interrompe a resposta natural de medo dos gatos.

25. Os gatos às vezes podem ter rajadas de energia acumulada. Eles são como um brinquedo de corda: uma vez que a energia é acumulada, eles devem liberá-la.

26. Bigodes de gato são muito mais do que apenas fofos. Eles captam vibrações que ajudam os felinos a navegar em seu ambiente e determinar os espaços nos quais podem passar. Por isso, aparar os bigodes de um gato faz com que eles fiquem muito desorientados.

27. Os gatos podem desenvolver depressão (geralmente causada por estressores externos). Alguns sintomas incluem perda de apetite, níveis reduzidos de energia e mudanças no uso da caixa de areia.

28. Os gatos se comunicam com seus bigodes. Quando estão para frente, geralmente indicam que ele está curioso e, quando estão para trás, são um indício de que ele está chateado.

29. Os gatos podem encontrar o caminho de casa mesmo que tenham viajado muitos quilômetros. Os cientistas não sabem como eles fazem isso. Alguns acreditam que podem sentir o campo magnético da Terra, outros especulam que usam seus sentidos apurados.

30. Gatos podem ter acne. É bastante comum e geralmente pode ser vista no queixo do felino.



  • Back to top