3 equívocos comuns sobre gatos, de acordo com a ciência - Pet é pop

3 equívocos comuns sobre gatos, de acordo com a ciência

3 equívocos comuns sobre gatos, de acordo com a ciência
3 equívocos comuns sobre gatos, de acordo com a ciência
3 equívocos comuns sobre gatos, de acordo com a ciência (Foto: Luku Muffin/Unsplash)

Muitas pessoas entendem mal os gatos, até mesmo as pessoas que os amam. Compreender essas ideias irá ajudá-lo a ser uma pessoa melhor para gatos, além de ajudá-lo a não incomodar seu gato sem motivo.

Veja também:

+ Vídeo hilário: gatos desafiam a lei da gravidade em parede
+ Saiba o que fazer durante o ataque de um cachorro
+ 10 coisas que você precisa saber antes (ou depois) de adotar um gato

Aqui estão três equívocos comuns sobre os gatos, de acordo com a especialista Zazie Todd, autora do livro Purr: The Science of Making Your Cat Happy:

1. Gatos não gostam de carinho na barriga

Muitas pessoas, especialmente se já são donos de cães, pensam que se um gato rola e mostra a barriguinha, eles querem ser acariciados naquela região. No entanto, a maioria dos gatos não gosta de ser acariciado na barriga, pois as barrigas dos gatos são muito sensíveis.

Quando um gato está se sentindo satisfeito e relaxado, ele geralmente se deita de lado com a barriga à mostra. Não é um convite para tocá-lo, é um sinal de que eles estão se sentindo seguros. Se você estender a mão e tocar a barriga deles, isso arruinará o clima.

Claro, cada gato é um indivíduo e isso significa que alguns felinos deixam certas pessoas acariciá-los na barriga, mas a maioria dos gatos prefere receber carinhos no rosto e na cabeça.

2. Gatos não gostam de abraços

Muitas pessoas também gostam de pegar seu gato e abraçá-lo, talvez até mesmo segurá-lo como um bebê. Mas, os gatos odeiam isso. Ser abraçado é muito intenso e o gato não tem a opção de fugir. Por isso, é sempre melhor dar aos gatos uma escolha. Se um gato não quer ser abraçado, existe o risco de ele morder ou arranhar.

Em vez de pegar o gato no colo contra a sua vontade, tente descer ao nível do gato e ver se ele virá até você. Se você deixar as coisas nos termos do gato, você se dará muito melhor em construir um relacionamento com ele.

Se você está acariciando seu gato e não tem certeza se ele quer que você continue, pare completamente a interação. Se eles se aproximarem, eles querem que você continue o que estava fazendo. Caso eles se afastem, significa que é hora de deixá-lo em paz.

3. Você não pode esperar que os gatos não afiem as garras

Donos de gatos simplesmente não podem esperar que seus gatos parem de arranhar as coisas. Mas, caso você queira que eles parem de arranhar os móveis, você pode treiná-lo para utilizar um poste arranhador.

A razão é que arranhar é um comportamento natural para gatos que serve a vários propósitos, incluindo manter suas garras em boas condições. Então você não pode esperar que um gato não arranhe, pois eles precisam fazer isso.

Isso significa que cabe a você fornecer arranhadores adequados para o seu gato. Infelizmente, muitas pessoas fornecem postes muito curtos ou frágeis. Lembre-se de comprar algo de boa qualidade, alto e resistente.

Você também pode colocá-lo estrategicamente perto de superfícies que eles estão arranhando, como o sofá. Além disso, você pode aumentar a probabilidade de seu gato usar seu arranhador recompensando-o com um petisco quando o usar.



  • Back to top