10 mitos e verdades sobre verme no coração, doença que pode matar seu cão - Pet é pop

10 mitos e verdades sobre verme no coração, doença que pode matar seu cão

10 mitos e verdades sobre verme no coração, doença que pode matar seu cão



10 mitos e verdades sobre verme no coração, doença que pode matar seu cão
10 mitos e verdades sobre verme no coração, doença que pode matar seu cão (Foto: Jorge Zapata/Unsplash)

Você não sabe dizer quais são os mitos e os fatos sobre a dirofilariose canina? Confira uma série de fatos e mitos que podem dissipar muitas de suas confusões e até fornecer algumas soluções.

Veja também:

#Mais lidas 2019: Veja as coisas em casa que podem até matar o seu pet
Cuidado: Aedes aegypti pode matar cães por insuficiência cardíaca
Estudo mostra como são absurdos alguns mitos sobre cães e gatos

Confira alguns mitos e fatos sobre a dirofilariose canina:

1- Os vermes podem ser transmitidos por uma única picada de um mosquito

Isso é um fato. Os mosquitos são portadores de larvas de dirofilariose, que eles pegam do solo ou de animais infectados. Quando o mosquito transmissor pica um cachorro, ele injeta as larvas em sua corrente sanguínea. As larvas podem levar até seis meses para chegar aos pulmões ou coração do cão e começar a se multiplicar ali. Se uma infecção por dirofilariose não for detectada e verificada a tempo, pode causar danos permanentes aos órgãos internos do cão.

2- Como a doença é transmitida por meio de mosquitos, apenas os donos de animais em climas mais quentes precisam se preocupar com isso

Isso é um mito. Há evidências de que mosquitos e dirofilariose podem ser encontrados em toda a América. Já houve casos de infecção por dirofilariose encontrados em estados com clima mais frio, tanto quanto nos estados do sul.

3- Cães e gatos podem ter vermes

É um fato. Os vermes podem infectar muitos tipos de animais, incluindo cães, gatos e furões. No entanto, os cães são os hospedeiros mais naturais para vermes, o que aumenta as chances de infecção. É por isso que apenas os cães podem receber um tratamento contra dirofilariose. Se um gato ou furão for infectado com vermes, não há tratamento para eles.

4- Não há como prevenir a infecção por dirofilariose

É um mito. Existem vários medicamentos disponíveis no mercado que podem prevenir a dirofilariose. Os medicamentos preventivos vêm na forma de pílulas de proteção do coração para cães, que são aromatizadas para que os donos possam alimentá-los como uma guloseima.

5- Os medicamentos preventivos são levemente venenosos porque matam os vermes

Isso é um mito. Medicamentos preventivos contra dirofilariose não são venenosos. No entanto, um dos medicamentos administrados para curar a doença é um veneno regulamentado. Os medicamentos preventivos não podem matar vermes adultos. Eles permitem que o sistema imunológico do cão elimine larvas de dirofilariose.

As larvas produzem uma proteína que pode protegê-las do sistema imunológico do cão e permite que elas flutuem em sua corrente sanguínea. O medicamento evita a produção dessa proteína para que o sistema imunológico do cão possa detectar e eliminar as larvas da dirofilariose.

6-  Não há cura para a doença em cães

É um mito. Existe uma cura disponível para cães com vermes. No entanto, a administração da cura é um processo demorado e doloroso que cria muita tensão no corpo do cão. Portanto, o tratamento pode não ser viável para todos os cães, especialmente se houver problemas de saúde.

7-  A prevenção de vermes é mais fácil e mais barata do que remediar

É um fato. Apesar de os cães precisarem de medicamentos preventivos todos os meses, eles ainda custam muito menos do que o tratamento contra a dirofilariose. O custo combinado do tratamento da dirofilariose e testes associados pode chegar a mais de mil dólares.

Além disso, os efeitos da doença permanecem no cão ao longo de sua vida, pois os danos causados ​​aos órgãos internos são irreversíveis. Portanto, pode haver complicações médicas adicionais em um estágio posterior da vida.

8- Os sintomas da doença, como tosse, letargia e problemas respiratórios, aparecem imediatamente

É um mito. Como mencionamos antes, as larvas podem levar até seis meses para chegar aos pulmões ou ao coração do cão através de sua corrente sanguínea. Os sintomas começam a aparecer quando as larvas se transformam em vermes adultos. Eles podem incluir, mas não estão limitados a tosse, letargia e respiração difícil.

9- Se um cachorro tiver dirofilariose, todos os animais da casa também terão

É um mito. A dirofilariose não é contagiosa. A única maneira de se espalhar é por meio de picadas de mosquito. Portanto, se um animal da casa tiver vermes, o proprietário deve tomar as precauções adequadas para garantir que não haja mosquitos ao redor do animal infectado. O dono do animal de estimação também deve começar a dar medicamento preventivo ao cão infectado para que as larvas sejam eliminadas.

10- Se os donos perderem uma dose do medicamento preventivo, eles podem dobrar a dose no mês seguinte

Isso é um mito. Se o dono do animal perdeu uma dose por um mês, ele deve entrar em contato imediatamente com o veterinário. O veterinário aconselharia o que fazer e pode sugerir check-ups a cada seis meses. Na verdade, mesmo que um cão esteja tomando remédios preventivos todos os meses, os veterinários ainda recomendam check-ups anuais para vermes.

Veja também:

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ 5 dicas para escolher o modelo ideal de sofá para a sala de estar

+ Pessoas que gostam de cerveja IPA têm personalidade parecida, diz estudo. Saiba mais!

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Cientista desvenda mistério do monstro do Lago Ness. Descubra!

+ Gato e porquinho viram melhores amigos quando passaram a viver na mesma casa

+ CPTM atualiza mapa das linhas da CPTM e Metrô

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Bandeirantes contrata atriz de fimes adultos Maru Karv para o canal SexPrivé

+ De biquíni verde cavado Lívia Andrade arranca elogios da web ao tomar banho de sol

+ Irmã de Juliana Caetano exibe corpão e brinca com fãs: “O que te faz ver estrelas?”

+ Aos 68 anos, Bruna Lombardi posta foto de biquíni ‘contra sua vontade’

+ Marcella Rica e Vitória Strada vão se casar

+ Vídeos íntimos de Raissa Barbosa vazam em sites de conteúdo adulto

+ Ellen Rocche posta foto de ensaio nu na ‘Playboy’ e ganha elogios dos fãs

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada

+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona

+ 10 coisas que os pais fazem em público que envergonham os filhos

+ Líder de seita sexual apocalíptica é condenado a 1.075 anos de prisão

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ ‘Borboletas no estômago’ indicam algo além de estar apaixonado

+ 10 sinais de que seu parceiro não te ama (como você gosta dele)


  • Back to top