10 mitos e equívocos sobre ração caseira para cães - Pet é pop

10 mitos e equívocos sobre ração caseira para cães

10 mitos e equívocos sobre ração caseira para cães
Imagem de Chris Benson por Unsplash

Mais e mais donos de cães estão investindo em fazer ração caseira para seus cães. Elas podem substituir a ração industrializada? Sim, desde que nutricionalmente balanceada e leve em consideração a idade, peso, raça e demais informações sobre seu cãozinho.

Veja também:

Como o seu cão sabe quando é hora da comida e do passeio? A ciência explica
3 razões pelas quais o seu cão não desgruda de você
Seu cão não come sem você por perto? Saiba por que isso acontece

Conheça alguns dos principais mitos e equívocos na hora de fazer a comida do seu cão:

1- Usar apenas produtos naturais e orgânicos vai atingir as necessidades do meu cão ao longo do tempo

Tem um pouco de base para sustentar esse pensamento: produtos naturais e orgânicos são melhores do que produtos ultra processados. Além disso, quando o dono produz a comida em casa, sabe exatamente o que vai na alimentação do seu cão.

Mas, quando analisada, este tipo de dieta deixa seu cão sem algumas vitaminas e minerais essenciais. Consulte seu veterinário antes de criar um cardápio para seu pet.

2- Um multivitamínico irá suprir qualquer falta que a comida esteja fazendo

A questão aqui é: qual multivitamínico e para qual dieta? Qualquer comida feita em casa sem suplementos terá menos nutrientes aqui e mais nutrientes ali.

Como não há um padrão de multivitamínicos e o que eles incluem, colocar um desses na refeição nem sempre é a solução.

3- Eu coloco iogurte na comida do meu cão para ele ter mais cálcio

Cachorros requerem grandes níveis de cálcio e só o iogurte, com certeza, não será o suficiente. Suplementação de cálcio sempre será necessária, a menos que você dê ossos ao seu cão.

4-  Eu como bem e leio livros de nutrição, sigo o mesmo princípio com meu cão

É uma percepção comum, mas, infelizmente, não é correta. Livros de nutrição para humanos não são o suficiente para você ter embasamento para uma dieta canina que abranja todos os nutrientes que ele precisa.

5- O cocô do meu cachorro está mole, então cortar a fibra deve resolver isso

Fibras são componentes importantíssimos da dieta do cão. Se o problema é o cocô do seu cão, corte um pouco da quantidade de comida que você dá a ele por um dia ou dois. Se não passar após esse período, leve-o ao veterinário.

6- Eu coloco muitos vegetais frescos na dieta do meu cão porque são saudáveis

O papel dos vegetais nas dietas caninas se tornou tópico de discussões. Por um lado, se discute que colocar vegetais na dieta do cão é inapropriado, levando em conta que o cão é carnívoro. De outro lado, algumas pessoas enfatizam que vegetais e frutas são necessários para oferecer nutrientes e até proteger os cães de doenças.

Ao contrário de gatos, que são exclusivamente carnívoros, os sistemas digestivos dos cães pode se acomodar com os vegetais. Mas, não exagere, alguns tipos de vegetais em grandes quantidades podem atrapalhar na absorção de nutrientes e minerais que seu pet precisa.

10 mitos e equívocos sobre ração caseira para cães
Imagem de Kabo por Unsplash
7- Cães não precisam de carboidratos e nem de grãos

Esse é um dos equívocos mais famosos. Os cães não tem restrições específicas contra carboidratos, pois eles são capazes de metabolizar a glucose de uma dieta consistindo apenas de gordura e proteína.

Isso significa que uma dieta sem carboidratos não fará mal ao seu cão, mas não fará nenhum bem, também. Carboidratos são responsáveis por dar energia e ajudar nas funções gastrointestinais do seu cão.

8- Comida crua é melhor que a cozida para dar ao meu cão

Dietas cruas variam, algumas procuram imitar um modo de alimentação dos lobos, por exemplo, e se tornaram muito famosas nos últimos anos.

Alguns cães se adaptam muito bem à elas, outros não. Assim como as comidas cozidas, tem lados negativos, então, se pretende implantar essa dieta para seu cãozinho, faça muita pesquisa, converse com seu veterinário e não faça nada impulsivamente.

9- Alimentação crua pode ser perigosa, eu teria medo de tentar

Para cada pessoa que diz que seu cão se adaptou muito bem à dieta crua, tem outra pessoa que diz que teria medo de tentar. Como dito acima, enquanto pode ser ruim para um caso, pode ser ótimo para outro.

Considerar o seu estilo de vida também é importante. Se você não tem tempo o suficiente de preparar alimentos, a dieta crua traz essa vantagem da facilidade.

10- Todos os cachorros podem ser alimentados da mesma forma, desde que seja feita de produtos naturais

Isso pode ser um equívoco perigoso. No caso de filhotes, por exemplo, que requerem até cinco vezes mais nutrientes que cães adultos, é algo que deve ser levado em questão.

A hipernutrição também é um problema, especialmente em raças maiores. Se você é novo nessa área de refeições para cães, leia bastante sobre nutrição canina antes de fazer alguma mudança drástica na dieta do seu pet.

  • Back to top